Balada particular

Saiba como montar uma boate em casa

Para aqueles que adoram dançar e curtir a noite ao lado de amigos e parentes, mas não abrem mão de privacidade e conforto, a solução pode ser uma balada particular

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 19/02/2012 13:40 / atualizado em 19/02/2012 14:27 Júnia Leticia /Estado de Minas
As designers de interiores Klazina Norden e Ana Karina dizem que cuidado com acústica do ambiente deve ser a principal preocupação - Eduardo de Almeida/RA Studio As designers de interiores Klazina Norden e Ana Karina dizem que cuidado com acústica do ambiente deve ser a principal preocupação

Por comodidade, conforto ou mesmo por questões de segurança, há quem prefira ficar em casa com os amigos a sair para a balada. Mas isso não implica um ambiente silencioso e mais calmo. Muito pelo contrário. Esses happy-hours podem se transformar e ficar mais agitados, remetendo a uma verdadeira boate em casa. Mas, para que isso seja possível é preciso contar com os recursos da arquitetura e da decoração. Afinal, ninguém quer ter problemas com os vizinhos por causa do barulho. Sair para dançar na sexta-feira, depois de uma semana inteira de dedicação ao trabalho, e encontrar com os amigos é essencial para relaxar e recarregar a energia de muitos. Por outro lado, o que muita gente não gosta é de enfrentar trânsito, filas e lugares tumultuados. Aí é que a ideia da agitação em casa ganha mais força. Mas é preciso ter cuidados, principalmente com a acústica do ambiente, como ressalta a designer de interiores Ana Karina Chaves.

Antes de ir para a parte prática, é essencial ter como foco a qualidade do projeto, como explica Ana Karina. “Com o melhor custo-performance, acompanhado de um consultor de projetos, para que tenha toda a orientação possível”, aconselha. A boate em casa, como lugar de convivência social, deve ser aconchegante e agradável. “Por isso, um bom planejamento do ambiente permite a melhor interação entre as pessoas, sem comprometer a circulação de ar e dos próprios usuários”, ressalta.

De acordo com a arquiteta Giselle Madeira, o principal item a se levar em consideração para a execução de uma boate é o isolamento acústico, principalmente quando se trata de reproduzir esse ambiente em um apartamento. A boa notícia é que no mercado já existem vários métodos que possibilitam isso. “Temos de distinguir as melhores opções para o interior de uma residência, pois vários deles são elementos para ambientes comerciais e que não deixam transparecer a característica de lar da sua casa”, informa.

A designer de interiores Klazina Norden confirma a necessidade do emprego de vidros especiais, além de revestimentos como carpetes ou tecidos para abafar o som. “Esses materiais vão decorar o espaço e ainda melhorar a qualidade do som, além de evitar transtornos com os vizinhos”, explica. A arquiteta Mariana Borges diz que cuidados relativos à acústica são de extrema valia. “Como se trata de um ambiente onde o som é constante e pode ser usado em alto volume, a dica é cuidar bem do sistema acústico, a fim de não incomodar os vizinhos ou pessoas da própria casa que não queiram participar de algum evento.”

SILÊNCIO

Por isso, além dos vidros especiais, carpetes ou tecidos, o uso de janelas duplas, alvenarias com isolamentos (lã de vidro, isopor, entre outros) é bem-vindo. “Todos esses materiais resolvem uma questão técnica e favorecem o ambiente como elementos decorativos. Assim, nota-se melhora significativa na qualidade do som e evitam-se transtornos com os vizinhos”, diz Mariana. A necessidade de que o imóvel tenha espaço amplo e arejado é uma boa pedida, de acordo com a arquiteta Thaysa Godoy. “Caso o ambiente tenha móveis, opte por um espaço grande entre eles, de modo a não dificultar a circulação e, principalmente, a pista de dança”, indica.

Além de divertido, local deve ser confortável para receber amigos em outras ocasiões, segundo a arquiteta Mariana Borges  - Eduardo de Almeida/RA Studio Além de divertido, local deve ser confortável para receber amigos em outras ocasiões, segundo a arquiteta Mariana Borges
A arquiteta acrescenta que não podem faltar bons equipamentos de som e uma boa iluminação. “Que devem ser específicos para esse tipo de ambiente, devendo-se, ainda, avaliar a metragem do espaço em questão para a escolha e aquisição dos equipamentos corretos”, orienta Thaysa. É preciso conciliar todas essas informações para criar um local que proporcione momentos agradáveis. Afinal, conforme Mariana Borges, quando as pessoas optam por um ambiente descontraído e divertido em sua casa, procuram também por um espaço que ofereça conforto. “Com boa música, podendo ser usado não apenas para uma pista de dança, mas para encontro com amigos, degustação de vinhos, para assistir a jogos de futebol. Enfim, são inúmeras as possibilidades.”

Diversão conforme o espaço
Planejamento do ambiente onde será montada a boate em casa começa com a definição da capacidade do local. Especialistas dizem que investimento é alto, mas resultado compensa

Com tantos itens e cuidados a serem levados em consideração, fica a dúvida: qual é o tamanho ideal do espaço para organizar tudo? A designer de interiores Ana Karina Chaves diz que não é preciso ambiente muito grande. “Pode ser feita uma boate em casa em espaços reduzidos de até 25 metros quadrados (m²) ou ainda menos. Tudo depende de quantas pessoas frequentarão o local”. Para se poder fazer uma projeção do tamanho em relação ao número de pessoas que o ambiente pode receber, Ana diz que para se ter um bom som e espaço suficiente para 10 ou 15 pessoas dançarem confortavelmente seria necessária uma área entre 40m² e 60m².

A arquiteta Giselle Madeira diz que a boate particular pode ter o tamanho que o morador quiser ou tiver disponível para isso. “No comercial, temos regras a cumprir devido às normas de segurança contra incêndio. Mas, em sua casa, você vai fazer a boate baseado na quantidade de amigos que costuma receber”, comenta. Definido esse local, o próximo passo é partir para a escolha dos itens que farão parte dele, de preferência considerando as soluções mais modernas e baratas disponíveis no mercado. “Entre elas, as portas acústicas, que são vedadas para que não haja nenhuma passagem de luz, som e ruído. Geralmente, elas são duplas, formando um colchão de ar em seu interior que ajuda a segurar a transmissão do som”, explica Giselle.

No forro de gesso ou paredes dry-wall, a arquiteta sugere o uso da lã mineral. “Elas são auxiliares na redução de transmissão de som e atuam como absorvedores acústicos, ou seja, o som não passa por ela. Revestir as paredes com tecido também ajuda muito na absorção do som”, indica a arquiteta. A arquiteta diz que esses itens são soluções para transformar uma sala residencial em boate. “Porém, se você tem um espaço físico próprio, podemos utilizar alguns meios usados comercialmente, como o revestimento das paredes com espuma. Ela atua mais no isolamento”. Para quem mora em apartamento, a escolha dos equipamentos, como caixas de som, merece atenção redobrada. “Ao ir a uma loja especializada e ver o funcionamento delas, a pessoa logo fica maravilhada. Mas, antes de fechar qualquer negócio, lembre-se sempre de que pode ter vizinhos que não se sintam tão confortáveis com o mesmo som”, adverte Giselle.

Para que a atmosfera do ambiente remeta a uma boate, outro fator essencial é a escolha correta das cores, que normalmente devem ser mais escuras, como indica a designer de interiores Klazina Norden. “Para criar o clima adequado para dança e projeção de imagens, e os efeitos de iluminação”. A escolha do piso também influencia na criação dessa atmosfera. Entre os diversos modelos disponíveis no mercado, Klazina diz que há desde os de pedras a carpetes e madeira. “Enfim, um piso em que as pessoas se sintam confortáveis. Porém, o ideal para acústica é o carpete. Na parte central, onde as pessoas vão dançar, o piso de vidro especial, com iluminação por baixo, cria efeitos interessantes”, sugere a designer.

Giselle Madeira chama a atenção para a durabilidade dos revestimentos. Até porque, como o ambiente é para dançar, o interessante é escolher pisos que possam ser polidos. “Não existe piso que não arranhe, e, se é para dançar, pode esperar que futuramente alguns deles surgirão depois das festas. O granito se encaixa nessas condições”. Outra opção sugerida pela arquiteta é o mármore, que, por ser poroso, se desgasta mais rápido, mas também pode ser polido.

COMPOSIÇÃO

Para a arquiteta Thaysa Godoy, espaço entre os móveis e peças planejadas ajudam a manter harmonia e conforto - Eduardo de Almeida/RA Studio Para a arquiteta Thaysa Godoy, espaço entre os móveis e peças planejadas ajudam a manter harmonia e conforto
É preciso se preocupar com o mobiliário que fará parte do espaço. Recomenda-se telão ou TV, para dar um movimento ao ambiente. Também é possível escolher peças que podem ser verdadeiros curingas, caindo bem tanto durante a noite, na balada, quanto de dia. “Uma dica importante: se sua sala de estar for virar boate, opte por móveis que serão fáceis de ser removidos e de funcionalidade, como um carrinho-buffet, que poderá servir de bar nessas ocasiões”, aconselha Giselle.

Para compor o ambiente, a arquiteta Mariana Borges sugere o uso de sofás ou cadeiras mais baixas, que dão ar de aconchego, além de luzes, globos e telões. “É possível criar lounges, o que costuma agradar muito por tornar o ambiente aconchegante e elegante, mas ao mesmo tempo possui um ‘ar’ mais informal. Além disso, é importante levar em consideração que as pessoas também vão querer, em algum momento, descansar um pouco e precisarão de um local para sentar.” Com relação às cores, elas vão variar conforme o gosto do proprietário. As mais usadas são as escuras, como preto e vermelho. Uma característica importante delas em uma boate é que os tons mais escuros podem ressaltar luzes de néon.

Adaptações que não ficam baratas

Com tantos itens e cuidados a serem levados em consideração, é preciso saber que o projeto requer investimento. Afinal, ninguém quer ter a noite interrompida por reclamações de vizinhos. O segredo para acertar na composição de uma boate particular aconchegante, prática, funcional e, ao mesmo tempo, mais em conta está na união de fatores como escolher um equipamento de som de boa performance, iluminação com uns três ou quatro efeitos, tons de parede escuros e um piso fácil de limpar. Mas para que tudo saia conforme o previsto, a designer de interiores Ana Karina dá a dica: “Uma boa iluminação, aliada a bons equipamentos sonoros que devem ser instalados por empresa qualificada, bem como procurar um profissional que consiga captar todos os seus ideais em um projeto que contemple tecnologia, beleza estética, boa circulação e conforto.”

Giselle Madeira alerta para o preço desses equipamentos específicos para se montar uma boate. “Eles não são dos mais baratos. Porém, temos soluções que podem ser tão eficientes quanto. Em vez de comprar uma ou duas caixas de alta potência, podemos espalhar o som no ambiente inteiro com caixinhas de som de teto, que são mais acessíveis” sugere.

Sérgio Mancini, consultor de projetos da HiFi Club, diz que equipamentos podem custar entre R$ 25 mil e R$ 60 mil, dependendo da qualidade e sofisticação dos aparelhos - Eduardo de Almeida/RA Studio Sérgio Mancini, consultor de projetos da HiFi Club, diz que equipamentos podem custar entre R$ 25 mil e R$ 60 mil, dependendo da qualidade e sofisticação dos aparelhos
O consultor de projetos da HiFi Club, Sérgio Mancini, diz que os sistemas mais econômicos de boate em casa ficam em torno de R$ 45 mil. “Mas isso depende de fatores como tamanho do ambiente, acabamento, tratamento acústico, mobiliário, e da qualidade final do som e da iluminação.” Para os que querem incrementar as festinhas particulares, nem que seja de vez em quando, Sérgio Mancini informa que um equipamento de som com DJ e iluminação de boate em casa custa entre R$ 25 mil e R$ 60 mil. “Dependendo da qualidade e sofisticação dos equipamentos.”

Mas, segundo ele, o céu é o limite. Tanto é assim que se pode montar uma boate com equipamentos de altíssima qualidade, dando a impressão de que o som está ao vivo: de R$ 500 mil a R$ 1 milhão. “É importante ter um bom revestimento acústico, que pode ficar entre R$ 15 mil e R$ 60 mil. O mobiliário vai depender do que o dono deseja. Ele pode investir cerca de R$ 10 mil a R$ 50 mil. Um bom ar-condicionado também não pode ser esquecido”, diz Sérgio.

CUSTO

Por isso, antes de pensar em montar o espaço, é essencial analisar com cuidado as finanças e ter clareza do quanto está disposto a investir para ter uma boate em casa, como ressalta Ana Karina Chaves. Afinal, é um investimento alto. “Em segundo lugar, é preciso pensar que uma boate num apartamento se torna um pouco mais difícil, pois os vizinhos ficarão incomodados. Então, o ideal é um cômodo de uma casa”, opina. Quanto a qual espaço reservar no imóvel para abrigar o ambiente, a designer diz que não existe um que seja mais indicado.

Mas para quem já desanimou com o valor do investimento e quer soluções mais práticas – afinal, receberá poucos amigos no espaço –, Klazina tem uma boa notícia. “Um local mais escuro para destacar a iluminação da aparelhagem e um bom som, muitas vezes, são suficientes para fazer a boate. Levando isso em conta, podemos montar uma boate por menos de R$ 25 mil.”

Eduardo de Almeida/RA Studio
Cuidados indispensáveis


» O principal item a ser levado em consideração na execução do projeto é o isolamento acústico, principalmente quando se trata de reproduzir esse ambiente em um apartamento.

» Invista em vidros especiais e revestimentos como carpetes ou tecidos para abafar o som. Esses materiais melhoram a qualidade do som e reduzem ruídos para o exterior.

» Use janelas duplas, alvenarias com isolamentos (lã de vidro, isopor, entre outros).
» Fique atento ao planejamento do ambiente, essencial para permitir a melhor interação entre as pessoas, sem comprometer a circulação de ar e dos próprios usuários.

» Caso o ambiente tenha móveis, opte por um espaço grande entre eles, de modo a não dificultar a circulação e, principalmente, a pista de dança.

» Não podem faltar bons equipamentos de som e uma boa iluminação, ambos específicos para esse tipo de ambiente.

» Avalie a metragem do espaço antes de escolher os móveis e equipamentos para não corr

Tags: casa

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
08 de julho de 2019
02 de julho de 2019

No Lugar Certo você encontra o que procura