Decoração

Velas levam para a decoração uma luz que inspira

Elas levam para dentro de casa beleza, harmonia e romantismo de forma prática e sem precisar gastar muito. Especialistas ensinam como usar a criatividade para enfeitar o lar

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 08/04/2012 07:00 / atualizado em 31/03/2012 15:14 Joana Gontijo /Lugar Certo
A designer de interiores Flaviane Pereira ressalta aspectos como relaxamento, 
conforto e romance - Eduardo de Almeida/RA Studio
A designer de interiores Flaviane Pereira ressalta aspectos como relaxamento, conforto e romance

Um clima acolhedor, romântico e convidativo, em possibilidades múltiplas de composições que se expandem em beleza e funcionalidade. É muito simples renovar a decoração da casa lançando mão das velas. Extremamente práticas, multifacetadas e a custos acessíveis, elas ganham espaço nos mais diversos ambientes, em festas, eventos e reuniões de amigos e familiares, criando uma fonte renovável de projetos, que vão de acordo com o estado de espírito dos moradores ou a época do ano.

Veja mais fotos de velas

As velas são fonte de luz utilizada desde os tempos remotos, quer na sua forma simples ou acopladas em lanternas, muito antes da descoberta da eletricidade, das lâmpadas e o outros sistemas de iluminação elétricos, frisa a designer de interiores Helmara Licio. “Atualmente, as velas se tornaram importantes elementos decorativos, auxiliando a compor ambientes em diversas cores e formas, em uma iluminação indireta comumente associada a ocasiões românticas e com status de sensualidade”, diz.

Algumas peças podem ser usadas como brinde ou decoração temática em ocasiões especiais - Eduardo de Almeida/RA Studio Algumas peças podem ser usadas como brinde ou decoração temática em ocasiões especiais


Uma das grandes vantagens das velas, segundo Helmara, é que elas combinam com tudo, por isso fazem enorme sucesso no universo da decoração. Em todos os tipos de combinação é possível aplicar um bonita vela ou um conjunto delas, desde em projetos para cozinhas, banheiros e lavabos, varandas e espaços de convivência, continua a designer. “Não tenha receio de experimentá-las e de redecorar sempre que lhe apetecer mudar algo na decoração”.

Seja na composição de mesas, dentro de gaiolas de pássaro vintage conferindo um visual cottage-chic, em lanternas, candelabros ou castiçais, vidros e vasos, com elegância e versatilidade, as velas nunca saem de moda, afirma Helmara Licio. “Existem velas de todas as cores, padrões e aromas, por isso, não há espaço para a monotonia. Adapte as tonalidades das velas à paleta de cores do ambiente, usando as matrizes quentes para aquecer, e as frias para refrescar. Chame a atenção com criatividade e ousadia, dando às velas o seu papel de protagonista”.

A designer de interiores Helmara Licio diz que é possível fazer velas de todas as cores, 
padrões e aromas - Eduardo de Almeida/RA Studio A designer de interiores Helmara Licio diz que é possível fazer velas de todas as cores, padrões e aromas
As velas aromatizadas também podem fazer parte da decoração e podem ser adequadas à época do ano em vigor, por exemplo, maçã e canela no inverno, lima e limão no verão. “Delicadeza e originalidade estarão sempre presentes, em uma atmosfera íntima e especial. Onde quer que sejam colocadas, transformam o clima”, acrescenta a designer. Na opinião de Helmara, a grande tendência que impulsiona o uso das velas está ligada ao fato de serem opções fáceis e elegantes para a decoração e para receber os convidados, sobretudo se considerado o fato de que a maioria das pessoas tem a agenda cheia de eventos.

Com o advento da luz elétrica, a vela deixou de ter uma função utilitária e passou a ter uma aplicação mais decorativa, sem perder o misticismo que a envolve, ressalta o empresário Osvaldo Araújo. Ao lado dos sócios Willer Júnior e Gabriel Gontijo, ele está à frente da Chama e Cheiro que, há nove anos no mercado de Belo Horizonte, atua na criação, venda e aluguel de velas e castiçais artesanais. Eles explicam que, ao contrário dos produtos industrializados que geralmente possuem formatos simplificados a custos mais baixos, as velas feitas artesanalmente são elaboradas com uma grande riqueza de formas e cores. Podem ser cilíndricas, quadradas, redondas, em formato de estrelas, trapézios, flores, miniaturas de animais, plantas e frutas, entre outros, e receber acabamento rústico ou clássico com elementos internos como folhas secas, sementes, pedras, botões de roupa, chaves, e externos até onde a imaginação e a criatividade levam, já que as propriedades da parafina permitem a combinação com materiais diversos.

Para a equipe da Chama e Cheiro, a confecção de uma vela artesanal, maciça ou oca (luminárias com aberturas para que se possa fazer a reposição do refil, quando necessário), é o principal instrumento no exercício do processo criativo. Os sócios da empresa frisam que foi desenvolvido um padrão de decoração nas velas luminárias, com pedras, conchas e estrelas do mar, areia e pau de canela, com cores e essências variadas, tais como flor de laranjeira, canela, citronela, morango, tutti frutti, laranja, limão, lang ylang, cânfora, dentre outras, atendendo a um público eclético formado por decoradores, lojas de presentes, clientes finais e de varejo, além da demanda para salões de festas e eventos . “A variação no preparo da parafina possibilita o surgimento de novas texturas e acabamentos”, dizem os proprietários.

VERSÁTIL

Willer, Osvaldo e Gabriel, da Chama e Cheiro, trabalham com criação, venda e aluguel de velas e castiçais há nove anos - Eduardo de Almeida/RA Studio Willer, Osvaldo e Gabriel, da Chama e Cheiro, trabalham com criação, venda e aluguel de velas e castiçais há nove anos
Dentro de casa, as velas podem ser usadas na sala (sobre aparadores, prateleiras e mesas), no banheiro (decorando um lavabo ou as bordas de uma banheira), em quartos, áreas externas, e onde mais o morador desejar, lembram Osvaldo, Willer e Gabriel. Em projetos para eventos, elas podem ser aéreas (candelabro de teto, velas penduradas, dentro de copos e garrafas presas à cobertura), de parede (castiçais de paredes, mandalas em ferro, com copos ou luminárias), de piso (debaixo de mesas de vidro, cantos de parede e sobre os degraus dos acessos principais), e de jardim (valorização em detalhes da vegetação, jardim e entradas, criando um ambiente místico, através de tochas, árvores de ferro altas, luminárias-bolas penduradas e vidros de vários formatos e tamanhos com velas em seu interior). “Em piscinas, velas flutuantes e luminárias de grande porte nas bordas podem ser utilizadas. As velas artesanais criam uma atmosfera de leveza, relaxamento e aconchego”.

Os preços na Chama e Cheiro são baseados no quilo do produto pronto, sendo este estimado em R$ 30. A vela mais leve tem em torno de 0,65 gramas e a mais pesada 15 quilos. Os castiçais têm valores que variam de acordo com a dificuldade de produção da peça ou por demanda de projeto. “As velas são objetos que têm uma boa aceitação da população pela variedade de formas, modelos, cores e abrangência no caráter decorativo, além do baixo custo que as tornam acessível a todas as pessoas, e toda a simbologia que traduzem: aconchego, elegância, sobriedade, movimento, romantismo, mágica, tranquilidade, relaxamento e uma identidade peculiar ao ambiente”, acrescentam os sócios da empresa.

Criatividade garante produtos que servem de presente ou belos enfeites para vários ambientes da casa - Eduardo de Almeida/RA Studio Criatividade garante produtos que servem de presente ou belos enfeites para vários ambientes da casa


CURINGAS DA DECORAÇÃO

Em formatos personalizados que podem ser temáticos ou não, simples ou mais luxuosos, as velas transmitem diversas sensações, na visão da designer de interiores Flaviane Pereira. “O lado sensorial das velas é associado ao romance e cria um clima de relaxamento e conforto. Elas podem ser incorporadas em projetos de design de muitas maneiras. Mesmo quando não estão acesas, dão um charme e complementam a decoração com cor, leveza e sofisticação”.

A artesã Letícia Lima diz que é possível fazer diversos tipos de texturas com a parafina - Eduardo de Almeida/RA Studio A artesã Letícia Lima diz que é possível fazer diversos tipos de texturas com a parafina
Para Flaviane, as velas são ornamentais e versáteis, como peças curingas na decoração de eventos, residências ou espaços comerciais, e a harmonia vem com a necessidade de aliar o design aos adornos. “É o toque final na decoração, elaborado por designers que aliam peças sofisticadas às rústicas, ao mesmo tempo com ar contemporâneo. O uso das velas não é uma tendência, é uma constante em projetos que imprimem personalidade aos ambientes. Mas é importante destacar o papel do designer, para não carregar muito a ambientação. Tudo tem suas restrições: misturas de proporções, formas e cores devem ser analisadas caso a caso”.

Nos intervalos do trabalho no emprego formal, a jornalista Letícia Lima também começou a produzir velas, a maioria sob encomenda, depois que ela conheceu a técnica e ficou encantada. Para ela, na religião, elas são usadas como sinal da bênção de um Cristo que ilumina os caminhos do povo, além de ser um dos símbolos da Páscoa. Com diversas possibilidades de aplicação, a meia luz e a penumbra gerada pelas chamas sempre confere tranquilidade aos espaços,
Eduardo de Almeida/RA Studio
segundo Letícia. “Elas podem ser inseridas onde se quer provocar essa sensação de relaxamento e romantismo. Um lugar que acho muito bonito de se colocar é no lavado, dando um charme no ambiente. Podem ser utilizadas para dar um contraste em determinado local, mas de forma que móveis, parede e luminária combinem entre si. Mas depende muito do gosto do cliente. O importante é que se tenha harmonia”, diz.

Com variações em tamanhos, cores (já que são tonalizadas com anilina) e técnicas de fabricação (muitas até fáceis de fazer em casa), existem fôrmas para velas feitas em gesso e silicone que proporcionam imagens em alto relevo ou dimensionais, afirma Letícia. Os preços do trabalho da jornalista vão de R$ 0,50 a R$ 60, e ela faz todo o processo, desde a compra de materiais, pesquisa, derretimento da parafina, desenforme das velas, acabamento, embalagem e venda, contando com a ajuda da mãe. “Os acabamentos variam de acordo com a criatividade do artesão”, completa.

Tags: decoração,

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Francisco - 09 de Abril às 08:37
bom dia, trabalho com velas de parafinas,fabricando por encomendas e gostaria de oferecer os produtos para essas pessoas que estao nessa reportagem.Segue dados para contatos; Jose Maria 37-35226704 email: vellabom@gmail.com Muito obrigado

Últimas Notícias

ver todas
08 de julho de 2019
02 de julho de 2019

No Lugar Certo você encontra o que procura