Decoração

Listras mudam o visual do imóvel sem gastar muito

Uso em paredes, tecidos e até mesmo em móveis pode renovar a decoração de forma rápida, prática e barata. Combinação requer cuidados simples para não exagerar

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 08/07/2012 07:00 / atualizado em 30/06/2012 15:38 Joana Gontijo /Lugar Certo
Para a arquiteta Mariana Borges e a designer de interiores Thaysa Godoy, os listrados são indicados principalmente em quartos, halls de entrada, salas e banheiros
 - Eduardo Almeida/RA Studio Para a arquiteta Mariana Borges e a designer de interiores Thaysa Godoy, os listrados são indicados principalmente em quartos, halls de entrada, salas e banheiros

Em detalhes, nas paredes, pisos, móveis, tecidos ou acessórios, elas se inserem na decoração de diversas maneiras. Unindo versatilidade à possibilidade de renovar o visual do ambiente de forma prática, rápida e barata, as listras assumem papel de destaque na composição dos espaços. Elas podem ter dimensões, larguras, posições e cores diferentes em cada situação, criando variados tipos de efeitos visuais e, para ter harmonia no projeto usando listras, é preciso acertar nas escolhas.


A aplicação das listras na decoração é irrestrita e elas podem ser usadas em qualquer ambiente, diz a designer de interiores Rosângela Brandão Mesquita, da Situar Projetos & Interiores. “Elas podem estar em locais diversos, como em revestimentos de paredes (pintura, papel de parede e tecidos), laminados decorativos, acessórios, estofados, móveis, cobre-leitos, cortinas, almofadas, tapetes, poltronas, pufes, obras de arte, entre outros.” Listras horizontais, verticais, diagonais, regulares, irregulares, mais extensas, em dimensões iguais ou diferentes, largas, finas, intercaladas grossas e finas, com a mesma largura ou em espaçamentos distintos, multicoloridas ou monocromáticas, com detalhes especiais como brilhos dourados ou prateados. “Existem múltiplas possibilidades, uma variação muito grande. Podem ser neutras, coloridas, tom sobre tom. O listrado é um curinga para dialogar com qualquer estilo. Ele cai bem em todas as propostas, com versatilidade”, continua Rosângela.

Diversidade de aplicação no lar é o destaque do estilo para a designer de interiores Rosângela Brandão Mesquita
 - Eduardo Almeida/RA Studio Diversidade de aplicação no lar é o destaque do estilo para a designer de interiores Rosângela Brandão Mesquita
As listras podem ser aliadas da decoração, mas devem ser usadas com inteligência, de acordo com Rosângela. “As listras verticais na parede fazem o pé direito parecer mais alto, mas em compensação o ambiente fica mais estreito. Neste caso, é recomendado usá-las apenas em uma das paredes. As listras horizontais fazem o contrário. O ambiente parece mais baixo, mas também mais largo. Em exagero, pode ficar sufocante. As listras diagonais dão movimento ao ambiente. É aconselhável usá-las de forma moderada. A dica é ter cuidado, sem exageros, para não causar irritabilidade ao usuário do espaço. Se utilizadas com eficiência, elas harmonizam o ambiente e exercem muitas vezes um efeito mágico na decoração.”

Para ter harmonia entre as listras e o restante do projeto, Rosângela Brandão orienta, primeiramente, escolher o estilo da decoração, lembrando que o espaço deve exprimir a personalidade de quem vai usá-lo. “Na decoração de um quarto, por exemplo, o estilo romântico pode ser determinado com a composição de listras com florais e o uso de cores mais suaves, como o rosa. As listras coloridas dão um ar alegre de jovialidade e são divertidas. Já as listras largas com cores neutras, tom sobre tom, remetem ao estilo clássico, muito utilizadas em quartos de casal. As listras da mesma espessura com tons mais fortes dão um clima de modernidade.”

Para a arquiteta Mariana Borges e a designer de interiores Thaysa Godoy, sócias do escritório Borges Godoy, algumas soluções simples e rápidas permitem dar “um tapa no visual” da casa para deixá-la mais bonita. “Contrariando o pensamento de algumas pessoas, em decoração renovar não precisa obrigatoriamente ser sinônimo de reformar. Pequenos detalhes podem mudar o aspecto da casa sem que seja necessário gastar muito”, afirmam. Segundo Mariana e Thaysa, as
Pinceladas de bom gosto ajudam imprimir originalidade no lar, segundo a designer de ambientes Ednei Aquino
 - Eduardo Almeida/RA Studio Pinceladas de bom gosto ajudam imprimir originalidade no lar, segundo a designer de ambientes Ednei Aquino
listras se inserem nesse segmento. Como explicam, não é de hoje que elas fazem parte das estampas no mundo fashion, mas, desta vez, o efeito das listras invadiu o design de interiores com sucesso. “Nunca saem de moda, são versáteis e combinam com tudo. Capazes de otimizar a decoração, as listras agregam personalidade e um charme todo especial aos ambientes”.

MISTURA

Mariana e Thaysa demonstram que, normalmente, quem deseja montar um ambiente mais discreto e aconchegante deve optar por listras em preto e branco e tons mais neutros, sendo o colorido uma proposta de vibração e alegria. “As listras não servem apenas para simular amplitude ou alongamento. As coloridas, por exemplo, podem alegrar um ambiente tornando-o mais descontraído. Mas é preciso tomar cuidado para que elas não briguem com o mobiliário ou demais itens previstos para o espaço, para não comprometer o resultado final.” De acordo com as profissionais, a mistura com outras estampas também é válida: listras com bolinhas ou poás refletem uma composição lúdica e jovial; com florais, o resultado será um espaço atual, descolado e romântico; concatenadas com elementos geométricos, as listras podem criar efeitos óticos interessantes, mas é recomendado cuidado com exageros; podem ser ainda combinadas com xadrez ou o quente do momento, as estampas animal print. “As listras são bem democráticas. Para usar em casa, o efeito listrado se enquadra principalmente na decoração de quartos, hall de entrada, salas e banheiros”, opinam Mariana e Thaysa.

A designer de interiores Juliana Goulart diz que listras caem bem com qualquer cor, textura ou estampa seguindo algumas orientações
 - Eduardo Almeida/RA Studio A designer de interiores Juliana Goulart diz que listras caem bem com qualquer cor, textura ou estampa seguindo algumas orientações
Na visão da designer de ambientes Ednei Aquino, no momento a decoração não está tão pálida como há alguns anos, e os tons pastéis fazem a base enquanto as cores vibrantes dão pinceladas de originalidade aos ambientes. “As listras têm papel importante. A harmonização do projeto pode passar pela composição dos tons propostos por elas, às vezes em simples almofadas, mas em cores arrojadas, e também em diferentes propostas de larguras e posições.” Para Ednei, as listras vão e vem como tendência, mas nunca são esquecidas totalmente, como um clássico. “As listras estão em alta. Grifes importantes apostaram nas últimas coleções em listras de larguras variadas e tons vibrantes. Não há como dissociarmos a moda da decoração. Elas deixam os ambientes arrojados, com personalidade, pois embora sejam antigas conhecidas de todos, nem todas as pessoas conseguem conviver com elas no dia a dia.”

O efeito dita a regra

As listras podem ser usadas com qualquer cor, textura ou estampa, afirma a arquiteta e designer de interiores Juliana Goulart. Segundo ela, o efeito visual gerado depende das cores utilizadas, da regularidade e da posição. “Esses fatores irão determinar o estilo do ambiente, seja clássico, mais provençal, ou contemporâneo, mais abstrato. Listram combinam com tudo.”

Um jogo de constrastes entre as listras e o contexto do ambiente também é bem-vindo, orienta Regina Campos Magalhães, arquiteta e designer. “As listras devem ser usadas na decoração com muito cuidado, ou seja, procurando sempre manter o
Eduardo Almeida/RA Studio
equilíbrio do cômodo decorado. Recomendo-as para ambientes mais privativos, como é o caso do quarto. O efeito é digno de personalização e pode desgastar as pessoas quando inserido em cômodos receptivos, como a sala de estar. O revestimento de paredes com listras explora o que há de mais original no trabalho com papel de parede e cria um visual bem despojado no espaço”, completa.

Na Amém Casa, loja de decoração especializada em tecidos para a casa em Belo Horizonte, as listras são encontradas em toda a linha de tecidos nacionais e importados. Os preços são bem variados para um público também eclético, explica a proprietária, Ana Lúcia Cabral: a partir de R$ 55 o metro nas linhas nacionais, e entre R$ 200 e R$ 1,2 mil para tecidos e papeis das marcas internacionais, podendo ser mais, dependendo da composição do material. “Temos também o tecido digital, onde o cliente pode escolher a listra, as cores e imprimir o desenho no tecido que ele quiser”.

Como mostra Ana Lúcia, muitas marcas já trabalham a listra fazendo tecidos composé com estampados e lisos, tudo pronto para o uso, facilitando a vida do consumidor. “Além de alegrar, elas proporcionam movimento no ambiente. Por exemplo, uma listra bem aplicada no corredor, renova, colore e tira a sensação daquele ambiente neutro”, finaliza.

Perto da moda

Eduardo Almeida/RA Studio
O mundo da moda e da decoração são relativamente sincronizados, diz a designer de ambientes Ednei Aquino. O fato de trocarem tendências de forma harmoniosa, torna esses dois universos eficientes quando o objetivo é não deixar o ambiente com aquela cara de que serve para qualquer um. “Sobre a origem das listras, o pesquisador Michel Pastoreau lembra que, na Idade Média, elas eram usadas por pessoas que viviam à margem da sociedade, como prostitutas, presidiários ou doentes. Mas o fim dessa visão pejorativa iniciou-se no século 18, especialmente por causa das bandeiras dos Estados Unidos e da França. A tendência se popularizou no anos de 1920, através do bom gosto de Coco Chanel. Pablo Picasso também contribuiu para a 'absolvição' das listras”, explica a designer.

Tags: praticidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
08 de julho de 2019
02 de julho de 2019

No Lugar Certo você encontra o que procura