Mesmo em metragens reduzidas, arquiteta trabalha com grandes proporções

No quarto de casal planejado por Luciana Andrade, a enorme cama é um dos lugares preferidos da família e surge como a estrela principal

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 29/07/2014 10:00 / atualizado em 29/07/2014 13:52 Joana Gontijo /Lugar Certo
O quarto de 9 m² recebeu uma cama de casal de 4 m² - Euler Junior/EM/D.A Press O quarto de 9 m² recebeu uma cama de casal de 4 m²
ENFIM, NÓS: O NINHO DO CASAL - E DA FAMÍLIA

Na intervenção de Luciana Andrade no apartamento no Gutierrez, o quarto do casal é de fato o ambiente que guarda a maior surpresa em termos de planejamento e resultado. O cômodo de 3 X 3 m (9 m²) recebeu uma cama king size, com medidas de nada menos que 2 X 2 m (4 m²), em que cabem quatro pessoas. Não é à toa que este é o lugar preferido da família, onde eles passam um bom tempo reunidos, vendo filmes comendo pipoca, assistindo televisão e ouvindo música. Mas como isso foi possível? A solução para esse quarto funcionar foi encostar a cama em duas paredes. “Para que isso não ficasse estranho e feio, foi feita a cabeceira em couro de sola, que acompanha todo o desenho em L da cama”, esclarece Luciana.


Afastada, a cabeceira deu lugar a consoles de suporte que perpassam, no espaço entre a parede, todo o móvel, usados como porta copos e ainda com tomadas para recarregar celulares, máquinas fotográficas, iPads, iPods e demais. Nas duas pontas, a cama foi equipada com gavetinhas verticais que resolvem muitos usos, além de ter gavetões em toda parte de baixo. “Sou super a favor de cama com gaveta – para pequenos espaços então, resolve muito. Dá para colocar edredon, cobertor, travesseiro, roupa de cama. É muito útil”, levanta a bandeira a arquiteta.   

No canto, o lustre de pendentes de cristal em gotas é protagonista - Henrique Queiroga/Divulgação No canto, o lustre de pendentes de cristal em gotas é protagonista
Do outro lado do quarto, em frente à cama, tudo milimetricamente calculado. O móvel fabricado sob medida cobre toda a parede e esconde a porta que, ao correr por trás do painel, abre o banheiro da suíte. Concretizado em marcenaria, em MDF madeirado, este é um projeto pensado em cada centímetro, ressalta Luciana. O recuo no painel, onde estão a televisão e o DVD, esconde a lateral e os fios, que também são acessados por duas portas abaixo, para facilitar a manutenção. Os bolsos em laca sobre MDF são ótimos para deixar controles remotos, livros, carteira, chaves, bijuterias, óculos, relógios. Na continuação da parede, mesmo com a pequena profundidade, foi possível instalar gavetas. Por cima, nichos acomodam o ventilador vintage (objeto de estima do casal que deveria ser exibido e subsititui o ventilador de teto), o telefone fixo e um pequeno aparelho de som.

Outro aspecto interessante do dormitório é a cortina, salienta a profissional. “Ela não podia ser volumosa. Uma cortina solta tomaria normalmente 20 cm. E qualquer avanço no espaço significaria perda na área de circulação, que já é muito reduzida e basicamente acompanha a cama, a grande protagonista do quarto”. Uma peça em madeira esconde a viga superior e a transforma em cortineiro. A persiana estreita desce sobre um console, o que ainda dá espaço ao porta copo.

Na parede lateral à janela está um armário de porta de correr que, revestido em espelho, melhora a ampliação do quarto. A atmosfera calma é criada com a iluminação indireta em pontos de luz, sem foco central.  Além das luzes para quadros e outras lâmpadas suaves do outro lado, na quina do teto sobre a cama o destaque fica por conta do lindo lustre -um chuveiro também em pendentes de cristal em gotas.


“Este é um quarto que era para ter uma cama que seria como um elefante branco, uma super cama num quarto pequeno, mas que ficou lindo. Tudo o que nos dá a sensação de estar oprimido pode ser transformado em beleza com um pouco de perspectiva”, afirma a profissional.

UM PRESENTE PARA O MENINO

Entre os próximos passos de Luciana Andrade no projeto do imóvel na Região Oeste de BH, além da concepção do espaço gourmet na cobertura, está a renovação do quarto do filho, hoje com 9 anos. A principal intenção é ganhar muito espaço para guardar muito brinquedo, no cômodo que agora está todo decorado de forma espontânea, afirma a arquiteta. “Eles gostam muito dos Beatles e querem manter o ar urbano”, conta. Para isso, o papel de parede que imita tijolos será substituído por um revestimento que lembra cimento. Ao lado, será feito um armário. “Este móvel criará um volume para frente e, para este volume não ficar esquisito e parecer um caixote, terá a forma de uma cabine telefônica de Londres”, descreve Luciana.
Com o projeto, Luciana mostra a importância em dar perspectiva ao olhar - Euler Junior/EM/D.A Press Com o projeto, Luciana mostra a importância em dar perspectiva ao olhar
Na parede que segue, onde está a cama baixa de criança, será colocada uma bancada de estudos para o menino que já cresceu. Na outra parede, a nova cama terá a mesma solução das gavetas e da cabeceira que a acompanha, com o porta copo e o console para carregar baterias. Em cima da cabeceira, a coleção de carrinhos. Shapes de skate serão mantidos como prateleiras, apenas mudando de posição para finalizar a composição com os carrinhos. Suspensos, nichos de acrílico coloridos para outros objetos.
Não só o espelho, mas todas as soluções em conjunto ajudam a ampliar o imóvel - Henrique Queiroga/Divulgação Não só o espelho, mas todas as soluções em conjunto ajudam a ampliar o imóvel

Veja o vídeo:


Tags: espaço

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
21 de julho de 2019
08 de julho de 2019

No Lugar Certo você encontra o que procura