Objeto de desejo

Nobre, lustre de cristal compõe vários ambientes e estilos sem perder imponência

Glamour e romantismo invadem a decoração com a presença cada vez maior da peça em todos os espaços. Há diversidade de preços e modelos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 18/08/2014 16:05 / atualizado em 18/08/2014 18:07 Lilian Monteiro /Estado de Minas
Um lustre de cristal na sala cria um ambiente charmoso e compõe a decoração - Bronzearte/Divulgação Um lustre de cristal na sala cria um ambiente charmoso e compõe a decoração
Sinônimo de nobreza, o lustre de cristal cada vez mais se integra a ambientes e estilos variados sem perder a imponência. Como tem virado “figurinha” comum, ele aparece tanto como a estrela da decoração quanto se impõe como um detalhe que faz a diferença. O legal é que tanta procura encontra oferta de modelo e preço. Desde peças eternas, que são para poucos, até cópias de lustres antigos bem em conta. Tem ainda os de vidro, modernos e mais acessíveis. No mercado, há candelabros de 18 lâmpadas com assinatura de designer que chegam a R$ 5 mil até pendentes em cristal com uma lâmpada por pouco mais de R$ 100. Vale pesquisar em lojas físicas e on-line.


O bacana é que hoje em dia o lustre de cristal pode estar em todos os cantos da casa: sala, quarto, hall, lavabo e até banheiro, sempre levando sofisticação. Profissionais garantem que não há segredo para se ter uma peça tão bela em casa. A principal orientação é lembrar que a altura do pé-direito influencia no tamanho do lustre. E, claro, saber que um ambiente clássico ou moderno precisa estar em harmonia com a peça.

Apesar de simbolizar riqueza, luxo e glamour, o lustre de cristal carrega um charme, seja original ou réplica, que mantém o encanto e o brilho que o tornam tão especial. A arquiteta e designer de interiores Valéria Alves alerta que, antes de comprar um exemplar, é bom lembrar que a peça mais valorizada é a que tem mais cristais. O que, além de torná-la mais cara, exige manutenção minuciosa. Dá trabalho e não é tão prático limpar cada pecinha. “Mas o mercado oferece um spray que basta jogar no cristal para tirar a poeira, não precisa nem de pano. O que viabiliza ainda mais ter uma peça tão bonita em casa.”

Valéria enfatiza que a pureza do cristal define seu preço. O swarovski é um dos mais caros. “Há cristais do Leste Europeu mais acessíveis. Ou ainda cópias em acrílico, com efeito muito bacana, ainda que não tenham o brilho.” E ele pode estar mesmo em qualquer ambiente da casa. “Até no banheiro. Crie um canto, coloque um pendente de cristal em cima de uma mesinha de demolição para maquiagem. Fica lindo.”
É possível instalar um lustre ou  um pendente no centro da sala de jantar, transformando-o em ponto principal - Startec/Divulgação É possível instalar um lustre ou um pendente no centro da sala de jantar, transformando-o em ponto principal
Para Valéria, o lustre não precisa, obrigatoriamente, ser a peça central do ambiente. “Ele tanto pode ser a principal, a que chama a atenção e sozinho decora o espaço, quanto surgir como um detalhe luxuoso sobre uma mesa de canto ou em cima do aparador. Ele também pode estar distribuído sobre toda a mesa, por exemplo. Fiz um hall com parede de vidro e nove pendentes de cristais distribuídos em alturas irregulares. Aliás, esse é um resultado aprovado, porque o cristal refletido no espelho se multiplica e o ambiente cresce.”

MEDIDAS

A designer de interiores e consultora da Telhanorte de Uberlândia Lorenza Bruneli ressalta que há dois lugares em que o lustre de cristal reina: sala de jantar e hall. “Nesses espaços, é possível instalar um lustre ou um pendente no centro do ambiente, transformando-o em ponto central.” Ela reforça que a febre por luminárias com cristais se justifica porque elas se adequam à maioria dos orçamentos. “Para ter um custo acessível, o cliente pode optar por pendentes menores, com cúpulas mais simples, produzidas em tecidos ou vidro, que custam, em média, R$ 290. Essas peças minimalistas podem ser utilizadas como pontos de destaque na decoração. Ótima opção é na cabeceira da cama, substituindo o abajur.”
No ambiente da arquiteta e designer de interiores Valéria Alves, o lustre de cristal é envolvido por uma cúpula de vidro - Elmo Alves/Divulgação No ambiente da arquiteta e designer de interiores Valéria Alves, o lustre de cristal é envolvido por uma cúpula de vidro
Lorenza enfatiza que o lustre de cristal tem o propósito de impactar, mas sem exageros. Por isso, o consumidor não deve carregar a decoração com muitos acessórios e cores. “Para agregar a peça com bom gosto, a dica é optar por um estilo mais clean, com papéis de parede ou revestimentos em tons neutros ou pastel, deixando o destaque para a luminária. Caso a peça não seja o foco, a solução é investir em luminárias pequenas, dando mais efeito para outros itens decorativos.”

De acordo com a designer, há informações essenciais na hora de compor a decoração com criatividade e bom gosto. “Em salas de estar ou jantar, é preciso ficar atento à altura do pé-direito e como estão dispostas as sancas e rebaixos de gesso para definir o local ideal para instalar a luminária. Para quartos, é preciso verificar se a iluminação é satisfatória para o ambiente. Além disso, é fundamental ter em mãos a medida do espaço para definir o tamanho ideal da peça, evitando equívocos e exageros na composição.”
O projeto de banheiro inovou ao pôr pequenos pontos de luz na parede que são cristais em forma de estrela - Gustavo Amorim/Divulgação O projeto de banheiro inovou ao pôr pequenos pontos de luz na parede que são cristais em forma de estrela
Como combina com diversos estilos, Lorenza explica que a mistura de elementos naturais e luminárias com cristais confere ao ambiente um estilo provençal. “Uma dica para compor uma sala de jantar rústica e sofisticada é decorá-la com peças de porcelana, uma mesa de madeira de demolição e um lustre com cristais, o que torna o ambiente nobre e refinado”, destaca.

OS CUIDADOS*

1) A melhor forma de limpar lustres é com água e sabão. A receita básica é diluir 1/2 xícara de sabão em pó em uma bacia com cinco litros de água. Use pano de algodão (tipo malha) úmido. A operação deve ocorrer a cada oito meses, um ano.

2) Se preferir, há empresas especializadas em restauração de lustres, que retiram as peças com um equipamento específico (um alicate de bico) para a lavagem. A limpeza é profunda.

3)
Um alerta: nunca utilize espanador para retirar poeira do lustre. Esse acessório costuma se enganchar no alfinete que segura as peças de cristal à estrutura de metal, arremessando as pecinhas longe.

4)
No dia a dia, uma forma de tirar a poeira do pendente é jogar um jato de ar na peça. Para quem não possui um equipamento com esse mecanismo, é possível utilizar um aspirador de pó na função reversa.

5) Na parte estrutural, o produto e o processo de limpeza indicados são os mesmos utilizados com as peças de cristal (água e sabão). Ao contrário do que se faz com frequência, não é indicado usar materiais abrasivos, como álcool, multiúsos ou polidores. Esses produtos retiram o verniz de proteção do metal, fazendo com que se oxide mais rapidamente.

6) Outra dica importante é nunca rotacionar o lustre enquanto a limpeza estiver sendo realizada. O objeto é fixado por uma rosca, que pode se destarrachar e resultar em um desastre. Para limpá-lo por todos os lados, você é quem deve mudar de posição e girar em torno dele.

* Fonte: www.portaldecoracao.com.br

Tags: decoração

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
lucio - 19 de Agosto às 18:24
Gostaria de saber se encontro o lustre de cristal com cúpula de vidro aqui em Belo Horizonte na Telhanorte

Últimas Notícias

ver todas
22 de outubro de 2018
19 de outubro de 2018

No Lugar Certo você encontra o que procura