Versátil e funcional

Película decorativa é boa opção para mudar a casa e gastar menos

Ela já é xodó de profissionais e vem caindo no gosto dos clientes que querem transformar ambientes de forma rápida e prática

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 28/08/2014 15:53 / atualizado em 28/08/2014 15:59 Lilian Monteiro /Estado de Minas

A designer de interiores Fabiana Visacro usou película branca e verde nos vidros dos armários  - Henrique Queiroga/Divulgação A designer de interiores Fabiana Visacro usou película branca e verde nos vidros dos armários
A película decorativa é capaz de transformar sua casa num estalar de dedos. E melhor, o custo não é dos mais altos. Aplicada em vidros, ela é a saída para reformar aqueles espaços e objetos dos quais você se cansou. Chega a custar 40% menos que os vidros com serigrafia. Solução perfeita para quem deseja dar mais privacidade a um espaço sem perder a elegância e o estilo. Ela dá upgrade ao vidro e é facilmente removida e substituída quando você quiser. E, claro, conquista pela versatilidade, porque pode ser aplicada em mesas, divisórias ou qualquer outro móvel de vidro.

Ideais para criar inúmeros efeitos, desde decorar vidraças, criar ambientes privativos ou até acompanhar decorações de ambientes corporativos e residenciais, a película decorativa é febre no exterior e ganha cada vez mais adeptos por aqui. O arquiteto e sócio-proprietário da LuxGlass Pedro Raggi exalta seu uso. “No Brasil é incipiente, mas no mundo está por toda parte. Por aqui, a barreira é sua associação com o insulfilme para carros. Mas profissionais renomados como Carico e Gustavo Penna, que são referências de alto nível, fizeram projetos com película decorativa.”

Pedro Raggi explica que há películas com vários padrões e tipos de combinações. Ele ressalta que a decorativa é para ambientes internos. As cores são as básicas, as primárias: vermelho, amarelo, verde e azul. “As padronagens são variadas, têm bolinhas, degradê, listras, jateada, as que lembram tramas de tecido, algumas com glitter, e combinam com todo ambiente”. O arquiteto lembra ainda que há modelos de película que criam um efeito único e ainda aumentam a vida útil da mobília, de carpetes e pisos, já que evitam o desbotamento. “Sem falar que ela cria uma atmosfera tranquila e atrativa, com a dispersão gradual da luz.”
Henrique Queiroga/Divulgação
O arquiteto destaca que a película decorativa no box do banheiro, além da beleza, é questão de segurança. “O adesivo é bem forte e, se por acaso o vidro quebrar, mesmo o temperado, há uma proteção adicional porque os pedacinhos vão ficar presos na película.” Pedro lembra ainda que a manutenção é simples. “É a mesma de vidro. Indico xampu neutro, de bebê, misturado na água e pronto.”

Pedro avisa que a durabilidade é grande. “A de boa qualidade tem antirrisco. E o fabricante dá garantia de cinco anos se um profissional indicado fizer a aplicação, é vinculado à instalação.” O arquiteto reforça que a película sai bem mais em conta que o vidro serigrafado. “O custo é inferior. Se o serigrafado varia de R$ 500 a R$ 1,5 mil, a película da 3M varia de R$ 80 a R$ 300 o metro quadrado e tem garantia.” Com esse valor, o produto focado por Pedro está posicionado para um mercado classe A. Mas há opções mais em conta no mercado, em torno de R$ 60 o metro quadrado instalado (ou até menos), ou seja, para todos os bolsos.

JATEADA

Para a designer de interiores Fabiana Visacro, se bem trabalhada a película pode assumir características variadas e atender diversos perfis de forma bacana. “Quando colocada em portas de armários e de móveis em geral, confere a aparência do vidro laqueado, então toda a reflexibilidade do vidro continua presente com o uso da película. A versatilidade é grande em função das cores, texturas e estampas, coisa que nem sempre o vidro oferece em uma gama tão grande de opções”.
No escritório, na mesa e na sala (foto abaixo), material renova o visual e garante privacidade, em projetos de Pedro Raggi  - Lux Glass/Divulgação No escritório, na mesa e na sala (foto abaixo), material renova o visual e garante privacidade, em projetos de Pedro Raggi
De acordo com Fabiana, a película também é usada para revitalizar móvel antigo. “É superinteressante e valoriza a praticidade do ‘faça você mesmo’. Em divisórias de ambientes e em cenários de TV, as películas são muito usadas.” Ela explica que, em cozinhas, o ideal é aplicar no vidro das portas dos armários e “também em painéis de madeira com cores e temas afins”. Para banheiros, “existe a película jateada rendada, ideal para criar privacidade no box sem filtrar muito a iluminação natural do ambiente”.

Fabiana explica que a película colorida exige o mesmo cuidado que se deve ter com cores em geral na decoração. “É importante o acompanhamento de um profissional para não errar no equilíbrio. As cores mais sóbrias e menos ousadas podem ser reservadas aos clientes mais conservadores e tradicionais. Mas até para que este ambiente seja sóbrio sem cair na mesmice e no lugar-comum é importante a dosagem”.

Lux Glass/Divulgação
O bacana, destaca Fabiana, é que a película decorativa pode ser usada sem grandes cuidados. A dica é não abusar nas áreas molhadas, nas que recebem água de forma direta. “No box, ela deve ser colocada do lado de fora”. Ela lembra o valor agregado da película: “Além de tudo, é funcional. Há modelo que filtra luz e calor em porcentagens diferentes e determinadas pela necessidade do cliente, protege móveis e garante conforto às pessoas”.

Dez motivos para ter:

1) Privacidade interior.
2) Renovação da estética dos ambientes.
3) Aumenta a segurança pessoal contra cortes com pedaços de vidro.
4) Reduz o desbotamento. Aumenta a vida útil da mobília, carpetes, cortinas, pisos e estofamentos e plásticos do interior de automóveis.
5) Há linha com garantia de cinco anos.
6) Há marcas com 40 modelos e com as mais diversas estampas.
7) Proporciona renovação da estética dos ambientes.
8) A película decorativa oferece cor variada e gama de desenhos.
9) Há película para controle solar e da alta luminosidade. Usada para aumentar o conforto térmico dentro do ambiente de trabalho ou residencial, diminuindo os custos de energia e reduzindo os efeitos nocivos causados pelos raios do sol.
10) Há modelos desenvolvidos para ter baixa refletividade interna, reduzindo o efeito de espelho e permitindo a visão de dentro para fora durante a noite.

* Fonte: www.luxglass.com.br

Tags: decoração

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
15 de maio de 2018
09 de maio de 2018

No Lugar Certo você encontra o que procura