Ouse com criatividade

Ousadia e bom gosto são os ingredientes para reinventar espaços pequenos; saiba como!

Falta espaço na sua casa e você não tem ideia de como deixá-lo maior? Conheça as dicas de profissionais para pensar um ambiente aconchegante e descolado sem precisar gastar muito

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 15/11/2016 13:00 / atualizado em 16/11/2016 20:38 Lilian Monteiro /Estado de Minas
Agência Jafo Fotografia/Divulgação
Uma boa dose de ousadia e bom gosto são os ingredientes para reinventar espaços pequenos. Nada de ficar engessado com uma decoração simples, tradicional e sempre preso à regra de só usar cores claras, pastel e sem graça. É possível sair do básico e quem garante é Matheus Ximenes Pinho, arquiteto e sócio-diretor da MUMA, um e-commerce superdescolado de Recife que oferece móveis de design, utensílios domésticos e de decoração com preços interessantes de designers emergentes e consagrados. Mas, para isso, ele destaca: “O planejamento é essencial. Porém, é necessário atenção desde o início, da escolha de materiais, cores até a dimensão dos móveis. Seja para uma construção ou reforma”.

Matheus Ximenes explica que, em ambiente de metragem reduzida, a escolha do piso é fundamental. “O ideal é que o piso tenha menos linhas de rejuntes possíveis para não interferir no ambiente. O piso uniforme dá sensação de amplitude. Ele é a base do projeto que permite ousar em todo o resto.” Portanto, nada de estampas no chão (como as de mármore) e decida por um piso claro. Assim, poderá ter uma parede de destaque, com cor marcante, como amarelo, azul-turquesa ou verde-claro. “Você não é obrigado a só escolher tons claros e esses que citei não são nada chatos e têm personalidade. O que se deve evitar são tonalidades mais escuras, como berinjela e cinza-chumbo, porque vão diminuir o espaço”, afirma.

O segredo, reforça Matheus Ximenes Pinho, é apostar em uma base neutra. Assim, depois de investir em uma bela parede, você pode montar uma decoração livre para receber peças que farão a diferença. Com um sofá neutro você pode brincar com almofadas coloridas ou uma mesa lateral e outros acessórios mais fáceis de trocar para combinar com seu gosto e com a moda, as tendências.

Cozinha com pendente preto e mesa de madeira: composição criou um efeito harmônico - Agência Jafo Fotografia/Divulgação Cozinha com pendente preto e mesa de madeira: composição criou um efeito harmônico
CONTRAPONTO O arquiteto diz para não se esquecer das dimensões. Tenha em mãos, portanto, as medidas dos ambientes e dos móveis. “Pense na passagem entre um móvel e outro e entre o móvel e outro espaço. Por exemplo, para passar entre a TV e a mesa de centro até chegar à varanda o ideal é que o espaço livre não seja menor que 70cm. Assim, ficará confortável. Por isso, a escolha dos móveis tem de ser bem calculada. Os planejados são interessantes. De repente, é preciso contornar uma parede em L ou um pilar. A marcenaria seria a solução perfeita. No entanto, tenha cuidado para não ficar sem graça e sem personalidade, como se fosse um cômodo de hotel, com todos os móveis feitos sob medida. Numa casa ou apartamento pequenos o principal é garantir o contraponto e, para isso, nada como investir em mobiliário solto, peças de designer que serão as estrelas da decoração.”

Para acertar em cheio

Nada como ideias superlegais e de quem entende do assunto para deixar os ambientes pequenos da sua casa bem decorados. O youtuber, cenógrafo, figurinista, visual merchandiser e professor de comportamento de consumo Beto Siqueira aponta o melhor caminho para você não errar. Anote aí:

1) Cores claras: escolha as claras que ampliam o espaço, já que as escuras aproximam e aumentam objetos e paredes. Além das cores claras, pense nas com baixa vibração eletromagnética, como cinzas e beges, que diminuem a sensação de “proximidade” entre elementos. Evite tons vibrantes, como as cores primárias e secundárias.

2) Pense na circulação: crie um percurso de movimentação por todo o espaço e evite móveis e decorações atrapalhando no caminho.

Na sala, a estante branca planejada confere um efeito de amplitude ao ambiente - Agência Jafo Fotografia/Divulgação Na sala, a estante branca planejada confere um efeito de amplitude ao ambiente
3) Boa iluminação: o lugar bem iluminado parece maior, isso não quer dizer que precisa ser absurdamente claro. Evite cantos escuros, utilize as luzes direcionais ou backlight.

4) Aproveite melhor os móveis: tire proveitos de móveis com a mesma altura criando linhas horizontais para alongar as paredes.

5) Criatividade: esqueça a simetria e tradicionalismo na composição. Espaços pequenos precisam de criatividade e ousadia.

6) Use dos espelhos: espelhos grandes duplicam nossa percepção do tamanho de um espaço. Tire proveito disso, porém, sem usar vários espelhos pequenos. Um único espelho grande dá um melhor resultado.

7) Evite contrastes: é importante evitar o contraste forte de cores, seja o de um móvel em uma parede ou dos pés de uma mesa e o piso. Quanto mais leves os contrastes, maior o espaço parecerá.

8) Olha a altura: não pendure quadros em alturas superiores a 1,70m. Quanto maior a distância entre os quadros e o pé direito, maior será a sensação de amplitude.

9) Móveis funcionais: abuse dos móveis dobráveis e de várias funções, eles otimizam o espaço e aumentam a circulação quando necessário.

A cozinha em preto e branco: ares de sofisticação - Agência Jafo Fotografia/Divulgação A cozinha em preto e branco: ares de sofisticação
10) Atente-se aos objetos: evite grande quantidade de objetos pequenos. É preferível poucos e bons objetos maiores a inúmeros pequenos.

11) Prefira as portas de correr: sempre opte por portas de correr. A abertura das portas com dobradiça pode lhe roubar centímetros preciosos.

12) Em baixo e em cima: tudo deve ser aproveitado, transformado em gavetas, prateleiras, baús etc. Aproveite o espaço embaixo de camas, aparadores, sob armários e guarda-roupas.

13) Paredes: piso e parede com cores próximas. Caso não queira pintar ou trocar os pisos, grandes tapetes em cores próximas às cores das paredes podem fazer milagres.

14) Ambientes multifuncionais: por que não trabalhar na sala, ou integrar a varanda ao quarto ou à cozinha? Brinque com a ordem dos ambientes.

Tags: Ouse com criatividade falta de espaço dicas para aproveitar o espaço de casa ambiente aconchegante e descolado Estado de Minas Lugar Certo

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
18 de abril de 2018
17 de abril de 2018

No Lugar Certo você encontra o que procura