Acabamento é decisão do cliente

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 03/06/2007 15:05
Para quem não faz questão de um imóvel totalmente personalizado, não quer ou não tem tempo para acompanhar o processo de construção e aguardar a entrega do imóvel, as pequenas construtoras também oferecem opções. Na Região da Pampulha, em Belo Horizonte, é comum a atuação de empresas desse segmento, com a oferta de casas unifamiliares e geminadas prontas e de edifícios, lançados a partir da formação de grupos e comercializados ainda na planta.

O engenheiro civil Éder Ferreira de Oliveira atualmente constrói casas nos bairros Santa Amélia e Castelo. Com capital próprio, arca com as despesas da compra do terreno, da contratação de projetos e da execução da obra. “Vendo o imóvel depois de construído, mas deixo para o cliente a escolha de alguns acabamentos, para que ele possa dar um mínimo de identidade à sua casa”, informa. De acordo com Éder, comprar imóvel pronto requer mais recursos do que os gastos de quem opta por construir. “Mas atendemos a um perfil de consumidor que não quer enfrentar as etapas de uma construção e/ou precisa financiar a aquisição do imóvel.”

Já o engenheiro civil Gil Vítor Aguiar Rocha, proprietário da Vítor Construtora, forma grupos de interessados em adquirir um apartamento na planta e viabiliza a construção dos edifícios, no Bairro Itapoã. “Formamos o grupo, compramos o terreno e, com o sinal e os pagamentos feitos pelos clientes durante a construção, viabilizamos a obra pelo sistema de administração”, explica. A principal vantagem do empreendimento, considera Gil, é o preço: “De 25% a 30% mais baixo do que um imóvel pronto”.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
30 de janeiro de 2020
16 de janeiro de 2020

No Lugar Certo você encontra o que procura