Oportunidade

Feirão da casa própria no Expominas deve atrair 35 mil pessoas

Evento da Caixa começa nesta sexta-feira. Expectativa é de alta de até 30% nas vendas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 23/05/2013 14:01 Geórgea Choucair /Estado de Minas
Em 2012, 30 mil pessoas passaram pelo feirão em Belo Horizonte. Expectativa de público para este ano é de 35 mil - Beto Magalhães/EM/D.A Press Em 2012, 30 mil pessoas passaram pelo feirão em Belo Horizonte. Expectativa de público para este ano é de 35 mil

Começa nesta sexta-feira e vai até domingo no Expominas, em Belo Horizonte, o 9º Feirão Caixa da Casa Própria, que vai oferecer 15,8 mil imóveis novos, usados e na planta. A maioria das unidades ofertadas na capital vai estar na faixa de preço entre R$ 120 mil e R$ 130 mil. “Cerca de 90% dos imóveis se enquadram no programa Minha casa, minha vida”, afirma Rômulo Martins de Freitas, superintendente regional da Caixa. Quem adquirir o imóvel durante o feirão vai poder começar a pagar a primeira prestação em janeiro de 2014. A condição é válida para financiamentos com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE).

A expectativa é de que cerca de 35 mil pessoas circulem pelo evento, contra 30 mil no ano passado. Freitas acredita que os negócios vão crescer de 20% a 30% no feirão deste ano, em relação a 2012. “O mercado imobiliário deu uma aquecida nos últimos dias e o evento veio em bom momento”, afirma o superintendente. Em 2012, foram assinados e encaminhados 6.301 negócios, que movimentaram mais de R$ 1,17 bilhão.

Neste ano, o feirão vai contar com 41 construtoras, além da presença do Móveiscard, nova linha de crédito para eletrodoméstico. A linha tem limite de financiamento de até R$ 20 mil e prazo de pagamento de até 60 meses, com dois meses de carência. A taxa de juros é de 0,9% ao mês. “A pessoa compra o imóvel e já pode sair com a casa mobiliada”, diz Freitas. O banco Panamericano vai estar no feirão para financiar imóveis no valor acima de R$ 500 mil (com crédito acima de R$ 300 mil).

Um mutuário de 42 anos com renda familiar de R$ 3 mil e que esteja interessado em comprar imóvel novo no valor de R$ 150 mil na capital, por exemplo, vai poder dar R$ 29.287 de entrada e financiar R$ 118.599. No período de 30 anos, o subsídio é de R$ 2,11 mil, com taxa de juros a 5,6% ao ano, mais a taxa referencial (TR). A primeira parcela sairia por R$ 900 e a última por R$ 330,95. As linhas de financiamento para a casa própria da Caixa têm prazo de pagamento de até 35 anos e taxas de juros a partir de 4,5%. A Caixa deve contratar R$ 126 bilhões em financiamento habitacional em 2013, contra R$ 106,7 bilhões em 2012.

Tags: feirão

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Filipe - 23 de Maio às 16:52
CA-I-XA...CA-I-XA-LO-TE-RI-A...CA-I-XA-A-QUI...FE-I-RÃO-DA-CA-I-XA...Gente, a bolha estourou!!! Vejam na internet "Queda de 25% nos preços dos imóveis é destaque na Globo"...Vem pra bolha você também, vem! Ploc!

Últimas Notícias

ver todas
28 de outubro de 2019

No Lugar Certo você encontra o que procura