Projeto prevê construir casas de concreto inflado que custam até 3,5 mil dólares

Modelo de moradia também é mais resistente a desastres naturais

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 28/01/2015 10:00 / atualizado em 27/01/2015 13:37 CorreioWeb /Lugar Certo
Binishell/Divulgação
Desenvolvidas primeiro na década de 1960, as casas construídas em formato de cúpula são resultado de um tipo de edificação pouco comum nos dias de hoje. Contudo, o método poderá ser usado como alternativa para projetos de abrigo a refugiados e habitação de baixo custo.

Conhecido como Binishell, o projeto consiste primeiramente em inflar balões para servirem como fôrmas. Por cima delas, é colocado o concreto e o restante dos materiais.

Binishell/Divulgação
Nesse modelo de habitação, são integrados sistemas que reduzem o consumo de energia em até 75% comparado aos métodos tradicionais. Além disso, é necessária uma quantidade menor de materiais, havendo redução de custos tanto ambiental quanto financeiramente. A empresa responsável avalia que a residência mais simples custaria não mais que 3.500 dólares.

Contra desastres naturais

O projeto também permite criar uma estrutura resistente aos desastres naturais, e sugere a criação de telhados verdes como solução para melhorar o conforto térmico e acústico das residências.

Binishell/Divulgação
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
17 de junho de 2018

No Lugar Certo você encontra o que procura