Referência cultural e histórica

Funcionários tem boa localização e abriga o complexo arquitetônico da Praça da Liberdade

Bairro está situado dentro do cinturão privilegiado da Avenida do Contorno e se mistura com Santa Efigênia, Savassi, Mangabeiras, Serra e Centro

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 31/03/2015 13:10 / atualizado em 31/03/2015 13:28 Ludymilla Sá /Estado de Minas
A Praça da Liberdade é um dos principais destaques do bairro, atraindo visitantes e moradores - Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press A Praça da Liberdade é um dos principais destaques do bairro, atraindo visitantes e moradores
Quem não tem a mínima ideia de onde está localizado o Funcionários, pode se complicar para tentar chegar nele. Há quem diga que não se sabe onde o bairro começa, nem onde termina tamanha a sua complexidade geográfica. Está situado dentro do cinturão privilegiado da Contorno, avenida que permea toda a capital mineira, e se mistura com Santa Efigênia, Savassi, Mangabeiras, Serra e Centro. “Mas uma coisa é certa: é um dos bairros mais democráticos da cidade”, define a vice-presidente da Câmara do Mercado Imobiliário de Minas Gerais (CMI/Secovi – MG), Cássia Ximenes.

A democratização do bairro está relacionado com sua história. Ela remonta ao fim do século 19, quando a planejada Belo Horizonte ganhava forma. Referência cultural e histórica da cidade, o Funcionários foi fundado em 1896, dois anos depois do início das obras para a construção da nova capital, para acolher funcionários públicos recém-transferidos de Ouro Preto. Daí, a origem do nome.

As primeiras moradias respeitavam a hierarquia do funcionalismo. Os imóveis obedeciam a padrões que variavam de A a F, conforme a função do servidor. As mais simples eram para porteiros e serventes e as maiores e mais sofisticadas pertenciam a diretores e desembargadores. O número de janelas também indicava o status do morador. Quanto mais janelas, mais ilustre era o proprietário da residência.


Os fragmentos da história do bairro podem ser notados na arquitetura de casarões imponentes e no traçado de suas ruas arborizadas. A localização privilegiada, no Centro-Sul da capital, somada ao comércio da região da Savassi e ao complexo arquitetônico da Praça da Liberdade, transformaram o Funcionários em um dos bairros residenciais mais caros de Belo Horizonte. O menor preço do metro quadrado está avaliado em R$ 3 mil. O maior, R$ 17 mil.

Durante os anos de 1980, o bairro sofreu grandes modificações. Os antigos casarões construídos em ruas importantes como Timbiras, Sergipe, Maranhão e Piauí deram lugar a edifícios modernos e imponentes. Sede do poder público desde sua origem, atualmente o Funcionários é referência para muitas atividades comerciais e financeiras.


Por tudo isso, o Funcionários tem características próprias, segundo Cássia Ximenes. “O Funcionários mistura o antigo com o moderno. Podemos ver nele apartamentos novos e outros bastante antigos. Há salas maravilhosas, como as da Avenida Brasil, que chegam a ser cartão-postal da cidade e, ao mesmo tempo, ver o corpo de bombeiros, que é uma edificação antiquíssima. Há casas tombadas. É um bairro bastante eclético e muito procurado.”

Ruas fechadas ao trânsito na Savassi estimulam a circulação de pedestres e o comércio - Rodrigo Clemente/EM/D.A Press - 22/12/13 Ruas fechadas ao trânsito na Savassi estimulam a circulação de pedestres e o comércio
É irrigado por grandes artérias de circulação, como as avenidas do Contorno, Afonso Pena e Getulio Vargas, facilitando, assim, o “ir e vir” das pessoas. Dessa forma, atende a um público bastante diferente, de acordo com a executiva. “Cada imóvel terá a sua característica própria e composição de valor, que levará em consideração alguns aspectos, como a área que ocupa, metragem interna, padrão de acabamento e número de vagas de garagem. Enfim, vários aspectos que vão contribuir para o valor final. É claro que um imóvel muito antigo terá preço defasado dada a depreciação do bem”, explica Cássia.

SEPARAÇÃO

É muito comum moradores da cidade confundirem o Funcionários com a Savassi, cujo nome originou-se da padaria Savassi, pertencente à família homônima, que se localizava na Praça Diogo de Vasconcelos. Os dois bairros, porém, foram separados no início de 2006.

Avenida do Contorno é uma das principais vias que cortam o Bairro Funcionários, facilitando o deslocamento dos moradores - Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press - 6/10/12 Avenida do Contorno é uma das principais vias que cortam o Bairro Funcionários, facilitando o deslocamento dos moradores
RAIO-X

Principais vias
» Avenidas Brasil, do Contorno, Cristóvão Colombo, Getúlio Vargas e Afonso Pena

Bairros vizinhos
» Centro, Savassi, São Lucas, Serra, Santo Antônio e Santa Efigênia

Linhas de ônibus
» SC01, SC02 e SC04
» Há diversas linhas alimentadoras de outros bairros que servem ao Funcionários

Origem do nome
» O bairro foi planejado para acolher funcionários públicos transferidos de Ouro Preto, antiga capital do estado

Referências do passado
» Colégio Arnaldo e Instituto de Educação

Referência do presente
» Praça da Liberdade
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
21 de outubro de 2018

No Lugar Certo você encontra o que procura