Área disputada

Serra se tornou um dos locais mais nobres de BH sem perder característica interiorana

Bairro foi originalmente concebido para ser uma região de chácaras

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 11/05/2015 10:20 / atualizado em 11/05/2015 10:34 Ludymilla Sá /Estado de Minas
Rua Estevão Pinto é uma das principais vias do bairro e abriga prédios de luxo - Jair Amaral/EM/D.A Press Rua Estevão Pinto é uma das principais vias do bairro e abriga prédios de luxo
“Serra é a tradução de Belo Horizonte, ele caracteriza a nossa cidade.” Assim, Cássia Ximenes, vice-presidente da Câmara do Mercado Imobiliário e Sindicato das Empresas do Mercado Imobiliário de Minas Gerais (CMI/Secovi-MG), define o Bairro Serra, localizado na Região Centro-Sul da capital mineira. Ele foi planejado para ser uma região de chácaras quando Aarão Reis projetou BH. E essa foi sua principal ocupação até os idos de 1920. Mas passou a ser mais populoso a partir da construção do tradicional Colégio Sagrado Coração de Maria, inaugurado em 1930 com o nome Sacré Coeur de Marie.

Atualmente, apesar dos contrastes, é uma das regiões mais nobres da cidade, um bairro de classe média alta. “É muito tradicional, muito bem localizado e com algumas características fantásticas. Ele começa ao lado do Minas II e do Parque das Mangabeiras. Tem um dos condomínios mais nobres de BH, que é o Clube dos Caçadores, um dos metros quadrados mais valorizados da cidade. Tem ainda clubes tradicionais, como o Olympico e o próprio Minas. Imagine você que um bairro que tem dois clubes tradicionais só pode representar uma qualidade de vida diferenciada dentro da capital”, pontua Cássia.


Desde a década de 1940, com a inauguração do Olympico, que foi fundado pelos próprios moradores, e com a implantação do Minas II, mais de 40 anos depois, a referência de lazer no Serra passou a ser intimamente ligada aos dois clubes, além do Parque das Mangabeiras.

O nome do bairro deriva do Córrego da Serra, que tem a nascente dentro do parque, e está hoje canalizado. Na década de 1950, ocorreu o primeiro processo de verticalização do bairro. Prédios de baixa estatura foram construídos. Vinte anos depois, a construção de edifícios maiores chegou ao seu auge. Os terrenos ficaram muito valorizados e as famílias foram pressionadas a vender suas chácaras.


Apesar da evolução, o bairro ainda mantém tradições como poucos, segundo a executiva. “Encontramos uma condição que lembra cidade do interior, as pessoas ainda se conhecem, há mil botecos interessantes, pequenos comércios e prestadores de serviços e colégios tradicionais. Este é o Bairro Serra: pura poesia!”

Ruas arborizadas, comércio diversificado e prédios de alto padrão são destaques no Serra - Jair Amaral/EM/D.A Press Ruas arborizadas, comércio diversificado e prédios de alto padrão são destaques no Serra
As ruas arborizadas e a exuberante paisagem da Serra do Curral são horizontes compartilhados por ricos e pobres no bairro, que tem uma comunidade em seu entorno. O acesso é fácil e o comércio variado. Sofisticadas butiques e lojas de decoração convivem harmoniosamente com pequenas mercearias e charmosos empórios.

Há também grandes redes de supermercados, drogarias, padarias, lojas diversas, lotéricas, hospitais, clínicas e serviços em geral para atender os moradores da região. Mas há quem reclame da ausência de agências bancárias. Os bares e restaurantes são um destaque à parte e atraem também visitantes de outras localidades.

Outra vantagem do bairro é a oferta de imóveis. É possível encontrar apartamentos dos mais variados e a preços diversos. Um apartamento na Rua Capelinha, por exemplo, de três quartos e uma vaga de garagem, próximo ao Hospital Evangélico, está avaliado em R$ 300 mil. Mas há empreendimentos novos, com quatro quartos, sendo três deles suítes, postos à venda por R$ 3,97 milhões.

RAIO X

Região
» Centro-Sul

Principais vias
» Avenida Afonso Pena, Rua do Ouro e Avenida Bandeirantes

Origem do bairro
» O nome está relacionado ao Córrego da Serra, que tem nascente dentro do Parque das Mangabeiras. Foi projetado para ser uma região de chácaras.

Transporte Público
» 2102 (Gameleira/Serra), 2151 (Vista Alegre/Serra), 4102 (Aparecida/Serra) e 4107 (Alto Caiçara/Serra)

Clube Olympico, inaugurado na década de 1940, foi fundado pelos próprios moradores e hoje é referência de lazer - Jair Amaral/EM/D.A Press Clube Olympico, inaugurado na década de 1940, foi fundado pelos próprios moradores e hoje é referência de lazer
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
17 de junho de 2018

No Lugar Certo você encontra o que procura