Um bom lugar para morar

Caiçara passa por processo de verticalização, mas casas ainda dominam a paisagem

Bairro na Região Noroeste de BH era região de fazendas e com registro de atividades agropecuárias na época da fundação da capital. Mesmo com o desenvolvimento urbano, moradores garantem que o local ainda tem um clima familiar e que os vizinhos mantêm a hospitalidade

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 18/05/2015 07:00 / atualizado em 19/05/2015 16:17 Redação Lugar Certo /Estado de Minas
Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press
Localizado na Região Noroeste da capital, o Bairro Caiçara era uma região de muitas fazendas e com registro de atividades agropecuárias na época da fundação de Belo Horizonte. A ocupação residencial se deu com a venda das fazendas, que foram divididas em lotes por volta dos anos 1950, a partir da urbanização da Avenida Pedro II. Por volta dos anos 70, a ocupação do bairro teve um crescimento devido às atividades comerciais que se instalaram por ali ao longo dos anos. O nome Caiçara veio do tupi-guarani, que significa limite. Atualmente, em algumas partes ainda se encontram muitas casas, mas o bairro tem passado por um processo de verticalização. Antes disso, era um local pacato, onde moradores tinham uma rotina tranquila e bem parecida com a do interior. Era possível ver crianças brincando nas ruas, ainda de terra, vizinhos conversando nas calçadas e muitos terrenos baldios. Grande parte dos moradores dessa época ainda residem no bairro.

O primeiro marco do bairro foi o Edifício Jardim das Acácias, que ganhou o apelido de Espigão por ser considerado o prédio mais alto do Caiçara, construído 40 anos atrás. Na Rua Itaguaí, é possível ver uma árvore no meio da via, e sempre permaneceu ali a pedido dos moradores. Depois de instalado o Shopping Del Rey, os olhos de várias pessoas se voltaram para o bairro. Com isso, muitos recursos foram investidos e o Caiçara se tornou um grande polo comercial.


“Um bairro ótimo para morar. Aqui encontramos tudo de que precisamos, sem ter necessidade de sair do bairro”, declara Elaine Aparecida Leonardo, corretora da RM Imóveis e moradora do bairro há 37 anos. A corretora diz que o Caiçara é um bairro familiar e que os vizinhos ainda mantêm a hospitalidade. “Tem muitos bares e restaurantes, que permanecem abertos até 1h, para a boemia não perturbar os moradores.” Além dos bares, existe um câmpus da Faculdade Newton Paiva e três escolas públicas – Escola Estadual Professor Francisco Brant, Escola Estadual Santos Anjos e Escola Estadual Tibirica –, além de várias escolas particulares. “O Caiçara me atende em tudo: comércio, supermercados, escolas, academias, centenas de salões de beleza. E o melhor de tudo é que é muito tranquilo. Não mudaria daqui por nada”, diz a corretora.


Uma boa opção de lazer é o Parque Ecológico Caiçara. Localizado na Rua Tico-tico, é possível praticar ali exercícios físicos, pois disponibiliza pista para caminhada, equipamentos de ginástica, quadra poliesportiva, campo de futebol, playground, e um grande espaço para apreciar e contemplar a vegetação de mata ciliar que tem espécies nativas, como o cedro, ingá, louro-pardo e jequitibá. Micos, gambás e aves, como sabiá e pica-pau, também podem ser observados no meio da mata. No parque passa o córrego Cascatinha, da bacia do Rio das Velhas e do Velho Chico, o que acaba deixando o ambiente ainda mais agradável.

Praça com espaço de ginástica e lazer, além do verde, atrai muitos moradores da região, principalmente nos fins de semana - Jair Amaral/EM/D.A Press Praça com espaço de ginástica e lazer, além do verde, atrai muitos moradores da região, principalmente nos fins de semana
Segundo o site da Prefeitura de Belo Horizonte e de acordo com o censo demográfico de 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a Região Nordeste de Belo Horizonte tem população de 338.100 habitantes. Desses, 20.463 são moradores do Bairro Caiçara. A oferta de imóveis é bem grande, segundo a corretora Eliane. “Imóveis entre R$ 170 mil e R$ 500 mil são bem procurados. É um bairro que oferece uma boa infraestrutura e com vias de acesso rápidas.”

RAIO X

» Região Noroeste

Principais vias
» Avenida Dom Pedro II e Avenida Presidente Carlos Luz.

Origem do bairro
» O nome vem do tupi-guarani "kai'sara", que significa limite e cerca de galhos. Inicialmente, abrigava fazendas e atividade agropecuária.

Transporte Público
» 4032 (Caiçara/Savassi), 4107 (Alto Caiçara/Serra), 4201(Alto Caiçara/Nova Cintra) e 9403 (Paraíso/Caiçara).

Comércio
» Ao longo da Avenida Presidente Carlos Luz, Caiçara/Pampulha

Gastronomia
Bar do Veio
Especialidades em comida de buteco - Rua Itaguaí, 460, Caiçara.

Churrascaria do Carlinhos
Especialidade em carnes - Rua Tietê, 116, Caiçara.

Esquina das ruas Rosinha Sigaud com Crisandália: prédios e comércio em expansão - Jair Amaral/EM/D.A Press Esquina das ruas Rosinha Sigaud com Crisandália: prédios e comércio em expansão
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
27 de maio de 2018

No Lugar Certo você encontra o que procura