Muito mais que a travessia

Beleza de pontes antigas e modernas surpreende o olhar em vários países

Com obras que começaram até mesmo antes de Cristo, elas chamam atenção pela qualidade da estrutura e os visuais espetaculares

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 20/05/2015 13:17 / atualizado em 20/05/2015 13:35 CorreioWeb /Lugar Certo
Reprodução/Internet
Uma ponte não é simplesmente um caminho natural ou construído pelo homem que interliga duas porções de terra. Em alguns lugares do mundo, intencionalmente ou não, o ser humano criou verdadeiras obras de arte com as estruturas. De concreto e metal a raízes e pedras, tudo pode servir de material para uma concepção exuberante.

A Ponte do Infinito, na Inglaterra, recebeu esse nome por causa do reflexo que faz no Rio Tess, semelhante ao símbolo do infinito - um 8 invertido. A Rakotz Brücke, na Alemanha, datada de meados do século 19, causa o mesmo efeito nas águas do Rio Rakotzsee, em Kromlau.

Ponte do Infinito, Inglaterra / Rakotz Brücke, Alemanha - Reprodução/Internet Ponte do Infinito, Inglaterra / Rakotz Brücke, Alemanha
Na Malásia, a Langkawi Sky Bridge dá a senção de uma caminhada no céu, por causa da altura de 700 metros acima do nível do mar. A estrutura, feita na montanha Gunung Mat Cincang, é sustentada apenas por um pilar de 87 metros e 8 cabos de aço, e tem 125 metros de comprimento e 1,80 metros de largura. A vista é paradisíaca: de um lado o mar de Andaman e do outro a ilha tailandesa de Tarutao. A ponte acomoda 250 pessoas ao mesmo tempo, mas, para chegar lá, só por meio de um teleférico.

Langkawi Sky Bridge, na Malásia - Reprodução/Internet Langkawi Sky Bridge, na Malásia
Com mais de 17,3 quilômetros de comprimento e um vão de 420 metros, a Ponte Vasco da Gama, em Lisboa Portugal, inaugurada em 1998, é a mais longa da Europa. O nome foi escolhido para comemorar os 500 anos da chegada de Vasco da Gama à Índia, em 1498.

Ponte Vasco da Gama, em Lisboa, Portugal - Reprodução/Internet Ponte Vasco da Gama, em Lisboa, Portugal
Uma ponte incomum chama a atenção em Floreça, na Itália. É a ponte Vecchio, que tem ourivesarias por toda extensão. Originalmente, a ponte teria sido feita de madeira, ainda na Roma Antiga, em meados do ano um antes de Cristo. Em 1933, foi destruída pela cheia do rio e reconstruída em 1345, com projeto de Taddeo Gaddi.

Ponte Vecchio, em Floreça, Itália - Reprodução/Internet Ponte Vecchio, em Floreça, Itália
Na costa Oeste da Noruega, uma curiosa ponte liga a cidade de Molde a Kristiansund. A Atlantic Ocean Road tem oito quilômetros de extensão, e um caminho sinuoso rodeado pelo Oceano Atlântico, que começou a ser construído em 1983. A estrada é considerada por muitos uma das mais lindas do globo.

Atlantic Ocean Road, na Noruega - Reprodução/Internet Atlantic Ocean Road, na Noruega
As construções modernas não são as únicas com espaço entre as mais incríveis da Terra. As pontes de raízes de figueira, feitas na Índia, são consideradas umas das mais belas do mundo, e se parecem com cenários de contos de fadas.

Os moradores da cidade Cherrapunji são os responsáveis por fazer a base da ponte, mas o design fica por conta da natureza. Para construir uma ponte dessas, é necessário de 10 a 15 anos de constante acompanhamento e manutenção. Para direcionar as raízes adventícias das figueiras, que crescem por cima do solo, a população amarra estruturas feitas de troncos de palmeiras para moldar as pontes. Quando atingem a outra ponta de um terreno, as raízes se prendem novamente à terra, e geram a sustentação.

Ponte de raízes de figueira, na Índia - Reprodução/Internet Ponte de raízes de figueira, na Índia
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
24 de maio de 2018
29 de abril de 2018