Economia na ponta do lápis

Construtora implanta sistemas para reaproveitamento e coleta de água

Modelo de consciência ambiental nos canteiros de obra gera retorno positivo e empresários comemoram resultados com a medida

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 27/03/2017 15:02 / atualizado em 27/03/2017 15:07 Augusto Pio /Estado de Minas
A MRV Engenharia reutiliza a água usada na lavagem da área da betoneira. O recurso, que anteriormente era descartado, agora é desviado para três tanques - MRV Engenharia/Divulgação A MRV Engenharia reutiliza a água usada na lavagem da área da betoneira. O recurso, que anteriormente era descartado, agora é desviado para três tanques

Os recentes problemas de escassez de água enfrentados por alguns estados brasileiros já deram uma pequena amostra das dificuldades ocasionadas por uma crise hídrica. Ciente da importância desse recurso natural, a MRV Engenharia tem muito a comemorar, pois a construtora implantou em seus canteiros de obras sistemas para reaproveitamento e coleta da água. Somente no ano passado, a MRV economizou mais de 73 milhões de litros de água com a reutilização, o equivalente ao volume de 29 piscinas olímpicas. O reuso de água nos canteiros ainda representou economia de R$ 268 mil para a companhia.

O reaproveitamento de água nos canteiros ocorre em diversas frentes e, em uma delas, a água pluvial é coletada por meio de pontos de drenagem que deságuam em reservatórios próprios para armazenamento e que, posteriormente, é destinada ao uso em diversos sanitários. Já nos vestiários, a água drenada do ar-condicionado é reaproveitada nos banheiros.

A água usada na lavagem da área da betoneira – equipamento para misturar materiais da construção civil – também é reutilizada após passar por um processo de decantação. O recurso que anteriormente era descartado, agora é desviado para três tanques, o primeiro com a função de decantação dos sólidos maiores, o segundo decanta os materiais menores e o terceiro armazena a água. “Esse sistema permite economizarmos a água que antes não tinha uso. Mesmo após a recuperação dos reservatórios depois da crise hídrica, a MRV tem se empenhado para reduzir a utilização, eliminar o desperdício e reaproveitar ao máximo esse recurso tão fundamental”, garante José Luiz da Fonseca, gestor executivo de segurança, saúde e meio ambiente da companhia.  

Ele conta que a MRV já coleciona várias certificações por manter em seus canteiros iniciativas que respeitam o meio ambiente e valorizam a sustentabilidade. “Orientamos todos os nossos colaboradores sobre a importância da economia de água e de energia elétrica. Acreditamos e investimos em iniciativas que respeitam o meio ambiente”, ressaltou José Luiz.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
24 de maio de 2018
29 de abril de 2018

No Lugar Certo você encontra o que procura