Chuva aumenta o perigo

Risco de desabamento de imóveis e muros é maior no período chuvoso

É importante observar se há trincas ou rachaduras e buscar ajuda de um especialista

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 26/11/2017 13:46 Augusto Pio /Estado de Minas
Reprodução/Internet/Aratu Online

Com a chegada das chuvas, o risco de desabamento de imóveis e muros se torna iminente. Segundo especialistas, a falta de projetos e de vistorias periódicas são as principais causas das quedas de muros. Problemas desse tipo têm sido muito recorrentes em Belo Horizonte. De acordo com dados da Defesa Civil, nos últimos oito anos, ou seja, de 2009 até este mês, foram recebidos cerca de 1,4 mil chamados de risco de desabamento de muros. Além disso, foram registradas 878 ocorrências parciais em muros de arrimo. Para se ter uma ideia, somente no último ano ocorreram 135 quedas parciais.

Clémenceau Chiabi, presidente do Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia (Ibape-MG), explica que a principal causa dos problemas nos muros vem desde a sua concepção, ou seja, na falta de projeto. “Em minha experiência como perito de engenharia, já vi centenas de casos assim. Um muro precisa de fundação, de um projeto estrutural, principalmente, se for de contenção ou um muro de arrimo.” Uma boa medida é verificar se há alguma trinca ou rachadura nos muros. Caso a pessoa encontre algo errado, o melhor é chamar um especialista para dar uma boa checada no local.

DRENAGEM

O presidente do Ibape/MG explica que o projeto também deve contemplar o desempenho do sistema de drenagem. “Ele precisa ser eficiente, considerando altos níveis pluviométricos. O muro não pode acumular água, pois não é uma barragem. E a água precisa sair limpa do outro lado”, aconselha. Segundo o especialista, é recomendado fazer vistorias em muros anualmente, principalmente antes do período chuvoso. “É importante verificar o sistema de drenagem, se há trincas ou estufamentos, se a água que sai está turva ou se há algum tombamento. Se houver algum desses sinais, é importante agendar uma visita de engenheiro perito para avaliar o grau de impacto no muro e se existe a necessidade de alguma intervenção.”

"Se houver algum sinal, é importante agendar a visita de um engenheiro perito" - Clémenceau Chiabi, presidente do Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia (Ibape-MG)

Clémenceau explica conta como funciona o trabalho. “O profissional de perícias vai verificar a estrutura e identificar qual a real deficiência existente. Logo após, ele apresenta ao proprietário um projeto de recuperação do muro”, esclarece.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
19 de julho de 2018
15 de julho de 2018

No Lugar Certo você encontra o que procura