Tudo pela qualidade de vida

Iniciativa alerta funcionários da construção para a importância da segurança e da sáude no trabalho

Começa a temporada das Semanas internas de prevenção de acidentes de trabalho (Sipats)

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 13/12/2017 17:45 Augusto Pio /Estado de Minas
Colaboradores da obra do Veredas Tropical, do grupo EPO, usam peça de teatro para falar sobre segurança no trabalho - Arquivo Pessoal Colaboradores da obra do Veredas Tropical, do grupo EPO, usam peça de teatro para falar sobre segurança no trabalho

Está aberta a temporada de semanas internas de prevenção de acidentes do trabalho(Sipats), cujo objetivo é alertar empregados e colaboradores sobre a prevenção de acidentes, a saúde e a segurança nos locais de trabalho. Diante disso, diversas empresas da indústria da construção civil vêm se mobilizando para realizar tal ação. Além da obrigação legal, é bom ressaltar que as Sipats disseminam informações e reflexões muito importantes para garantir um ambiente de trabalho seguro e saudável, assim como hábitos que reduzem a ocorrência de doenças e acidentes, possibilitando melhor qualidade de vida para os funcionários.

O evento faz parte das atividades relacionadas à saúde e segurança do trabalho, determinadas pela Norma Regulamentadora 05, e o Seconci-MG vem apoiando as empresas da construção civil na organização desses eventos, seja oportunizando a ida de seus profissionais às obras, para ministrarem palestras sobre temas específicos, ou intermediando contatos junto às instituições e empresas parceiras, com o intuito de viabilizar a inclusão de assuntos e atividades variados.

Os temas mais procurados para as Sipats têm sido a saúde do homem. São abordados assuntos relevantes como o câncer de próstata, a hipertensão arterial, a higiene bucal, drogas lícitas e ilícitas, o ruído ocupacional, a segurança na utilização da energia elétrica e as Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) – terminologia que vem sendo adotada pelo Ministério da Saúde em substituição à expressão Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs), o que evidencia a possibilidade de uma pessoa ter e transmitir uma infecção, ainda que não apresente sinais e sintomas.

Izabela Frota, engenheira de segurança do Seconci-MG, fez palestra sobre ruído ocupacional - Arquivo Pessoal Izabela Frota, engenheira de segurança do Seconci-MG, fez palestra sobre ruído ocupacional

Alguns dos temas tratados contam com o reforço de apresentações artísticas, que complementam os conteúdos abordados. Entre as empresas, o Grupo EPO enfatizou os itens discutidos na palestra sobre ruído ocupacional, proferida pela engenheira de segurança do Seconci-MG Izabela Frota, com o esquete cênico Ouvinte mil, realizado pelo grupo de teatro empresarial Todo Cultura. “O teatro permite a dramatização de situações relacionadas à saúde e segurança e tem um repertório cênico diversificado, que pode ser adaptado a realidades e práticas específicas que a empresa deseja trabalhar nestas ou em outras áreas, como a comportamental.”

“Nesses encontros, reforçamos a seriedade dos procedimentos de segurança nas obras, proporcionando um ambiente livre de riscos e assegurando, assim, a execução segura dos serviços prestados“, ressalta o engenheiro de segurança da EPO Leandro Campos. O Grupo Caparaó também enriqueceu sua Sipat 2017 com apresentações do Sesi Hip Hop SST, projeto desenvolvido pela Gerência de Cultura do Sesi/Fiemg, que apresenta músicas em ritmo de hip-hop, com letras voltadas para temas de saúde e segurança.

A PHV Engenharia trouxe como tema para a sua Semana Interna de Prevenção de Acidentes (Sipat) o Novembro Azul. A construtora reuniu mais de 350 colaboradores de diferentes cargos e setores em uma manhã especial de troca de conhecimento e integração. O momento contou ainda com a presença de um médico, que apresentou uma palestra específica sobre câncer de próstata, além de responder às perguntas e desmistificar alguns tabus que cercam a doença e sua prevenção. “Todos os anos, durante a Sipat, tentamos passar para nossos funcionários a conscientização de como a incidência da doença é alta e também como o diagnóstico precoce é fundamental para a cura”, conta Breno Guerra, engenheiro de segurança do trabalho e coordenador da Sipat da PHV Engenharia.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
20 de setembro de 2018
17 de setembro de 2018

No Lugar Certo você encontra o que procura