Cenário otimista

Com fôlego novo, mercado imobiliário assiste à volta dos investidores

Expectativa positiva de melhora do mercado anima quem deseja adquirir imóveis para revenda ou locação

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 12/04/2018 13:01 / atualizado em 12/04/2018 13:21 Augusto Pio /Estado de Minas
Reprodução/Internet/shutterstock - Blog da Lopes
Investir em imóveis, seja comercial ou residencial, sempre foi um negócio lucrativo. Segundo Vinícius Costa, presidente da Associação Brasileira dos Mutuários da Habitação (ABMH), a facilidade de se investir em imóveis é fator primordial para atrair interessados nesse segmento de mercado. Diferentemente da bolsa de valores, por exemplo, em que o investidor deve ter um conhecimento mais apurado do setor, investir com muita cautela e o risco de perdas é consideravelmente elevado, o mercado imobiliário dá uma maior segurança por não exigir um conhecimento muito elevado do setor. Em muitos casos, ele ressalta, uma boa pesquisa é suficiente para auxiliar na escolha do negócio.

 Vinícius Costa explica que, nos últimos anos, com a retração do mercado, houve considerável queda na procura de imóveis por investidores. Mas com as expectativas positivas de melhora do mercado, a tendência é que os investidores voltem o capital para esse segmento. “Junto a isso, as expectativas positivas do mercado ajudam os que querem investir em imóveis, tanto para revenda quanto para locação. Isso porque, no ramo residencial, com a estabilização da economia e queda da taxa Selic, a perspectiva é de que os financiamentos habitacionais se tornem mais acessíveis e, com isso, a procura pelos imóveis aumente também”, acredita o executivo.

De acordo com Vinícius Costa, havendo muita procura, a tendência é que o preço do produto suba, assim como o lucro. “O mesmo raciocínio se aplica à parte comercial. A estabilidade econômica do país gera confiança no setor de produção e comercialização, que, por consequência, sente-se mais otimista em adquirir novas sedes ou até mesmo a partir para locais maiores por locação, o que financeiramente representa investimento maior”, afirma.

VARIAÇÃO DE MERCADO

Porém, antes de recorrer ao segmento, ele observa que é necessário ter em mente que a aquisição de imóvel como forma de investimento nem sempre dá um retorno tão imediato se comparado com a própria bolsa de valores, devido à variação do mercado. “Um imóvel não é algo que se vende de um dia para o outro, a menos que você esteja pedindo um preço muito abaixo do mercado. Por conta disso, o dinheiro investido fica imobilizado e não pode ser usado rapidamente caso seja necessário”, alerta o presidente da ABMH.

 “Por isso, antes de investir, é importante saber que não se trata apenas de uma compra e venda, ou seja, o custo não gira somente pela compra do bem. São devidos impostos, taxas para cartório, IPTU e, em alguns casos, até condomínio, sendo que nesses dois últimos a inadimplência poderá ocasionar a perda do imóvel, assim como ocorre em financiamentos habitacionais. “Portanto, se você pensa em depositar suas reservas na aquisição de um imóvel para revenda ou locação, avalie também os custos a curto, médio e longo prazos para evitar que a expectativa de lucro se transforme em prejuízo efetivo”, adverte Vinícius Costa.

Saiba mais

Entidade civil

Criada em 1999, a ABMH é uma fundação mantida por mutuários. É uma entidade civil sem fins lucrativos e que tem como objetivo difundir as formas de defesa de quem compra imóveis, em juízo ou fora dele, com o efetivo cumprimento dos dispositivos legais. Atualmente, tem representações em nove estados, além do Distrito Federal, e presta consultoria jurídica gratuita.

Tags: melhora mercado imóvel investidores

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
16 de agosto de 2018
14 de agosto de 2018

No Lugar Certo você encontra o que procura