Mercado

Imóveis compactos ganham a preferência dos consumidores

Cresce a busca por apartamentos menores com áreas de lazer maiores, compartilhadas e atraentes, principalmente por famílias com crianças, visando mais qualidade de vida

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 28/10/2018 09:20 / atualizado em 28/10/2018 10:31 Augusto Guimarães Pio /Estado de Minas
Espaços pequenos podem ser bem aproveitados em projetos de decoração - Henrique Queiroga/Divulgação Espaços pequenos podem ser bem aproveitados em projetos de decoração

O mercado imobiliário vem se transformado e adaptando às mudanças tecnológicas e ao novo perfil do consumidor. Podemos ver isso claramente nas construtoras que estão trabalhando focadas em nichos. De acordo com Hermano Rodrigues, diretor de inovação da Lar Imóveis, existe uma demanda reprimida que tende a ser suprida e depende diretamente do cenário político do país. “Logo, pode haver mudanças significativas com a definição das eleições. As expectativas são de melhoras e uma estabilização política levaria a um maior número de transações e a uma futura elevação nos preços.”

O executivo ressalta que o momento continua propício para quem quer comprar. “A oferta ainda é bem grande e é possível encontrar bons negócios. É essencial ter boa assessoria, para evitar problemas de documentação, e panorama real dos preços de mercado na região e no perfil de imóvel que se busca. As pessoas querem, cada vez mais, espaços eficientes. Portanto, existe sim um movimento de procura por espaços menores, que podem ser mais bem aproveitados, com custo de manutenção menor. Por esses motivos, tem crescido a procura por apartamentos mais compactos.”

Hermano esclarece que é cada vez maior o número de pessoas que fazem questão de estudar ou trabalhar perto de casa. “O reflexo no mercado imobiliário é o crescimento de prédios comerciais em áreas tradicionalmente residenciais. Além disso, a busca por qualidade de vida torna os condomínios mais atraentes. Eles aliam as vantagens de se morar em uma casa, com segurança e praticidade. Muitos deles oferecem infraestrutura de lazer e de serviço completa, incluindo piscina, quadras, salão de festas, academia e churrasqueira.”

O especialista garante que há forte tendência de crescimento no mercado imobiliário por apartamentos menores com áreas de lazer bem maiores (ou menores, mas com mais usabilidade), compartilhadas e atraentes, principalmente, por famílias com crianças. “Outra mudança de comportamento voltada para a sustentabilidade são prédios com número menor de garagens, dando espaço para áreas de convivência.”

INTERNET

“A automação deixa de ser exclusividade de empreendimentos de alto padrão, embora seja mais facilmente encontrada neles. Com a chamada ‘internet das coisas’, o morador pode acionar o sistema de iluminação e climatização do imóvel ao sair do trabalho, assim como ligar a cafeteira inteligente para encontrar a bebida pronta quando chegar em casa. Pode fechar as cortinas de casa ou desligar o som com comandos feitos pelo smartphone. Para tornar uma casa mais inteligente, o investimento não precisa ser tão alto. A automação vem se tornando mais democrática. Já é possível comprar soluções básicas por valores acessíveis”, destaca Hermano.

Diretor de inovação da Lar Imóveis, Hermano Rodrigues diz que custo de manutenção é um dos motivos para a procura desse tipo de imóvel  - Arquivo Pessoal Diretor de inovação da Lar Imóveis, Hermano Rodrigues diz que custo de manutenção é um dos motivos para a procura desse tipo de imóvel

O mercado imobiliário, não só de Belo Horizonte, mas no mundo inteiro, está se adaptando à mudança de comportamento dos consumidores. No caso de escritórios, há demanda cada vez menor por imóveis separados em salas, já que muitas empresas apostam no conceito colaborativo, com todas as equipes trabalhando lado a lado e, de preferência, em um espaço sem paredes. Podemos ver o boom de coworkings espalhados por diversas regiões de BH”, cita o diretor da Lar Imóveis.

“Já no caso da área industrial, uma tendência é a busca por imóveis com desenho e localização que atendam aos grandes varejistas que atuam on-line. Essa localização deve privilegiar a logística para que as entregas sejam mais rápidas.”
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
15 de novembro de 2018
13 de novembro de 2018

No Lugar Certo você encontra o que procura