Imóveis segmentados

Setorização de serviços impulsiona mercado de empreendimentos segmentados em Belo Horizonte

Cresce no mercado de Belo Horizonte o número de empreendimentos voltados para atender à demanda específica de cada região da cidade, como aqueles destinados a médicos e advogados

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 12/11/2016 20:05 Gustavo Perucci /Estado de Minas
Completo Medplex, exclusivo para profissionais e empresas de saúde, já está com 80% de suas unidades comercializadas - Patrimar Engenharia/Divulgação Completo Medplex, exclusivo para profissionais e empresas de saúde, já está com 80% de suas unidades comercializadas
A concentração de serviços específicos em determinadas áreas da cidade é comum em grandes centros urbanos. E Belo Horizonte não foge à regra. Quem vive na capital mineira sabe que, se precisar de um advogado, o Bairro Barro Preto abriga vários desses profissionais. O mesmo vale para a classe médica, muito presente no Santa Efigênia, Prado e Santo Agostinho. Peças para automóveis? Na Avenida Pedro II você provavelmente encontrará o que necessita. Vislumbrando oportunidades de negócios com essa, digamos, setorização, as grandes incorporadoras imobiliárias começam a investir em empreendimentos segmentados de acordo com a demanda de cada região.

Mesmo que médicos e advogados já se concentrem em determinadas regiões da cidade, os imóveis disponíveis geralmente são antigos, não atendendo às necessidades para o pleno exercício de suas atividades e, mesmo adaptados, não conseguiram acompanhar os avanços da legislação. Diretor de marketing da construtora Patrimar, Lucas Couto explica que as regras para o exercício de serviços de saúde, por exemplo, mudaram muito nos últimos anos. “Os edifícios mais antigos da região hospitalar, por exemplo, por vários motivos não se modernizaram no mesmo ritmo das normas e regras técnicas de segurança e higiene exigidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para centros de saúde”, completa Couto.

Talvez essa seja a explicação para o sucesso de uma das apostas das construtoras Patrimar e Cyrela para o setor de saúde em Belo Horizonte. Inspirado nos mais modernos e completos centros médicos do mundo, o Medplex é iniciativa inédita na cidade. Com previsão de conclusão das obras para 2019, o complexo exclusivo para profissionais e empresas de saúde já está com 80% de suas unidades comercializadas.

Localizado na Avenida Barbacena, no Bairro Santo Agostinho, o Medplex está em área privilegiada e nobre de Belo Horizonte, próximo aos principais prestadores de serviços na área da saúde, entre eles cinco dos mais importantes hospitais da cidade. Em terreno de 4.536 metros quadrados (m²), que ocupa todo um quarteirão, o complexo contará com 136 consultórios e clínicas de 27m² a 1.002m², 11 lojas com tamanhos que variam de 71m² a 241m², com estacionamento nas portas e 382 vagas no sistema rotativo com manobristas. O empreendimento conta ainda com auditório, bicicletário e sala de reuniões. Mais importante que todo o tamanho e luxo do centro de saúde é a conformidade com a resolução RDC-50 da Anvisa, respeitando as normas e regras técnicas de segurança, higiene e mobilidade exigidas de um centro de saúde.

Edifício Marly Viana fica próximo à região onde se encontram os maiores e mais importantes hospitais públicos de Minas Gerais - EPO/Divulgação Edifício Marly Viana fica próximo à região onde se encontram os maiores e mais importantes hospitais públicos de Minas Gerais
“É um empreendimento exclusivo, com projeto único, que abrilhantará a nossa cidade. Não apenas pelo seu projeto arquitetônico arrojado, assinado pelo renomado escritório Farkasvölgyi Arquitetura, mas também pelo formato inovador na capital: o Complexo de Saúde, que oferece aos profissionais da área o que há de melhor e mais avançado no segmento”, comenta Couto.

Segundo Couto, qualquer pessoa pode comprar uma sala no empreendimento, mas somente profissionais da área da saúde terão permissão de atuar no complexo. Outra vantagem apontada pelo diretor da Patrimar é a facilidade que a concentração de diversos segmentos da medicina em um mesmo local dará aos clientes. Para garantir ainda mais conforto aos frequentadores do Medplex, a construtora negocia a presença de grande rede de drogarias e renomado laboratório.

“Além de respeitar a RDC-50 da Anvisa, ouvimos diversos profissionais da área para o desenvolvimento do projeto. Tudo foi muito bem pensado para atender esses profissionais da melhor maneira possível, assim como seus clientes”, acrescenta Couto. O Medplex conta com portas de 1,10m de largura; corredores entre os consultórios com 2m de largura, o que possibilita a passagem de macas; depósitos de resíduos sólidos (lixo hospitalar) em todos os pavimentos; banheiros públicos feminino e masculino com acessibilidade em todos os pisos, elevador preparado para macas, entre outros. O complexo disponibilizará ainda uma equipe de profissionais para prestar serviços exclusivos, como concierge e serviço de manobrista (inclusos no condomínio). Existem, também, os serviços pay per use (cobrados conforme utilização), que incluem limpeza geral das unidades, atendimento de recepcionistas e auxiliar de enfermagem, suporte de informática (para pequenos reparos de software e hardware), motoboy e serviços de eletricista, hidráulico e chaveiro.

LOCALIZAÇÃO “A segmentação começa com a localização, o ponto comercial. Se estou do lado da região hospitalar, por que não criar um prédio segmentado para a área de saúde? Quando você segmenta, tem que buscar as necessidades que cada área tem. Na região hospitalar, por exemplo, os prédios têm que ter elevador para maca, com cômodos para lixo infectante. Se você está perto do fórum, então o empreendimento tem que ter um perfil que atenda os advogados. E o que eles precisam? Que o prédio tenha estacionamento para os clientes, de um auditório para eventos e reuniões... A segmentação começa pela localização. É ela que vai determinar o perfil do empreendimento”, explica Marcelo Carvalho, gerente de vendas do Grupo EPO.

Uma das apostas da EPO que se mostrou certeira foi o Edifício Marly Viana, localizado na Avenida Bernardo Monteiro, esquina com a Rua dos Otoni, próximo à região onde se encontram os maiores e mais importantes hospitais públicos de Minas Gerais. O empreendimento, construído para oferecer serviços como consultórios e clínicas de saúde, foi grande sucesso de vendas.

Pedro Vilela/Agência i7
Motivada pelo resultado positivo da aposta na segmentação, a EPO investiu em outro empreendimento com o mesmo foco: o edifício Empresarial Cayler Offices, localizado no Bairro Prado, Região Oeste de Belo Horizonte, entregue no primeiro semestre deste ano.

O edifício de 15 pavimentos conta com arquitetura contemporânea e infraestrutura completa. Os escritórios são bastante flexíveis e atendem a vários perfis de negócios. As salas variam de 43m² a 92m². Há ainda duas salas duplex exclusivas, com 510m² e varanda. Além dos seis elevadores inteligentes, sedo um com tamanho especial para macas, um estacionamento rotativo também dá ainda mais comodidade aos clientes.

O Paisagem Escritório Parque tem infraestrutura totalmente adaptável às necessidades dos mais diversos tipos de negócios - Pedro Vilela/Agência i7 O Paisagem Escritório Parque tem infraestrutura totalmente adaptável às necessidades dos mais diversos tipos de negócios
Projetado estrategicamente para profissionais da saúde, o Empresarial Cayler Office teve de passar por uma mudança de perfil durante a execução da obra. “Como o empreendimento fica próximo dos hospitais Felício Rocho e Mater Dei, foi previsto para a área médica. Mas a proximidade ao fórum nos trouxe a surpresa do ter uma aceitação muito boa entre advogados. Ele nasceu com uma segmentação específica e hoje é ocupado por dois segmentos: saúde e área jurídica”, relata Carvalho, acrescentando que o edifício já está praticamente todo comercializado.

COMPLEXO Outra obra do Grupo EPO que chama a atenção de quem passa no cruzamento das avenidas Barão Homem de Melo e Raja Gabaglia é o Paisagem Escritório Parque, complexo empresarial com cinco edifícios (os dois últimos entregues em outubro). E a aposta da construtora foi oferecer infraestrutura totalmente adaptável às necessidades dos mais diversos tipos de negócios.

Localizado no Bairro Alto Santa Lúcia, na Região Centro-Sul da capital, o complexo abrigará em um de seus edifícios um heliponto, proporcionando ainda mais facilidade de acesso ao Paisagem Escritório Parque.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas notícias

ver todas
21 de setembro de 2017
19 de setembro de 2017
18 de setembro de 2017