Comentários
600
Cantinho barroco

Artista resgata a bela arte sacra mineira para dar forma a oratórios exclusivos

O restaurador Ricardo Fernandes Bittermann cria oratórios com inspiração em altares das igrejas barrocas das cidades históricas mineiras e retoma com sua arte a importância da devoção

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 19/12/2013 08:00 / atualizado em 18/12/2013 13:57 Márcia Maria Cruz /Estado de Minas
Os oratórios são feitos a partir da técnica tradicional - Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press Os oratórios são feitos a partir da técnica tradicional

As pinturas e esculturas são atrações à parte nas cidades históricas mineiras e servem de inspiração para o restaurador Ricardo Fernandes Bittermann, de 50 anos. O artista resgata em seu trabalho a beleza da arte sacra das igrejas, que são patrimônio artístico e cultural de Minas Gerais. Foi a partir do cuidado com capelas e altares de particulares que Ricardo resolveu produzir réplicas. Elas são feitas tendo como referência altares dos templos barrocos e oratórios do Museu do Oratório, em Ouro Preto. Ricardo transporta para as peças, cujo tamanho varia de 40cm a 3 metros de altura, os detalhes e cores do entalhe ou da pintura.

Veja fotos do trabalho de Ricardo

Ricardo Bittermann resgata a beleza da arte sacra das igrejas mineiras - Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press Ricardo Bittermann resgata a beleza da arte sacra das igrejas mineiras

As peças em marchetaria são ricas em detalhes e cores - Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press As peças em marchetaria são ricas em detalhes e cores
Para a confecção de cada uma das peças, Ricardo leva, em média, quatro dias e usa madeira antiga de demolição. As pinturas são feitas com tinta óleo ou latex. “Conseguimos reproduzir com fidelidade, inserindo detalhes das pinturas e até os entalhes”, garante. A confecção de oratórios começou há dois anos. Como ele fazia marchetaria, que é a arte de entalhe na madeira, apareceram oratórias para restaurar e resolveu fazer cópias. Amante do Barroco mineiro, Ricardo busca referência na obra de Antonio Francisco Lisboa, o Aleijadinho, e Mestre Ataíde, ambos artistas que se destacaram pela produção no barroco mineiro.

Veja outras fotos de oratórios
Confira imagens de marchetaria

A ideia de criar as réplicas surgiu depois que recebeu a incumbência de restaurar alguns oratórios. Depois que fez o primeiro, a divulgação de seu trabalho foi de maneira espontânea. “A propaganda é feita boca a boca”, diz. As peças podem ser encomendadas diretamente com ele ou compradas no Bar do Domingos, em frente à igreja matriz, no distrito de Glaura, em Ouro Preto. A oficina do artista é em Macacos, onde ele mora com a família.

Para Ricardo, os oratórios servem tanto para que as pessoas possam expressar a religiosidade como também se tornaram objeto de decoração. “As pessoas que compram costumam ser muito religiosas e os usam para colocar os santos de devoção.” Os preços variam de acordo com o tamanho da imagem e também em relação aos materiais que são usados. Alguns oratórios recebem inclusive folhas de ouro.
Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press

Tags: arte

Anúncios do Lugar Certo

Outros artigos

ver todas
13 de dezembro de 2016
23 de fevereiro de 2016
25 de junho de 2015
17 de junho de 2015
09 de maio de 2015