Comentários
600
Organização

Dicas: 4 técnicas para manter sua casa sempre arrumada e organizada

Para melhorar seu ambiente é preciso querer e começar a seguir algumas regrinhas que podem fazer toda a diferença; aprenda!

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 02/05/2022 10:52 / atualizado em 02/05/2022 15:55


Freepik

 
A necessidade de organizar seu ambiente pode acontecer a partir de alguma mudança externa. Uma casa nova, um trabalho diferente, um bebê para chegar. Mudanças internas também podem provocar ajustes no comportamento: hormônios, a alegria de um novo amor ou a tristeza do fim de um relacionamento. Não tem jeito, as mudanças trazem consigo necessidades de reformas, reprogramações e reorganizações. 

O ser humano tem um alto poder de adaptação. Essa característica tanto pode levá-lo a conquistar novos voos quanto a provocar bloqueios perenes. Por comodismo, preguiça ou falta de tempo, pessoas se mantêm estagnadas em situações não ideais porque pensam que para melhorar há que se investir tanto esforço, que desistem da ideia antes mesmo de começar. 

Mas a boa notícia é: para viver em um ambiente mais organizado, você não precisa ter nascido com o gene mágico da categorização e nem sofrer influência direta do signo de virgem. Dizem que esses são os mais organizados do zodíaco, mas posso te provar que quem quiser pode pegar carona aqui nessa colmeia.

Quando você executa uma ação pensando somente no retorno final, talvez você não considere as etapas que vão te levar até o sucesso. E ao falarmos dessas etapas estamos falando em organização. Por exemplo: se você decidir fazer uma dieta, você vai precisar abastecer a geladeira e ter os alimentos permitidos para não ver seu esforço ir por água abaixo já no primeiro dia. 

Sem organização, tchau dieta. Se quer participar de corridas de rua para acompanhar aquela amiga animada ou o namorado que é atleta, tem que preparar a agenda e planejar os horários de treino e ter o tênis certo para evitar lesões. Se não se programar direito pode passar vergonha antes mesmo dos primeiros cem metros.  

O processo de qualquer tipo de organização é sempre o mesmo: 

  • Desejo: quero emagrecer ou encontrar facilmente meus jogos de cama;
  • Análise da situação e conhecimento do acervo: verificar quais alimentos da dieta já tenho na despensa e saber qual espaço e quantos jogos de cama precisarei guardar;
  • Conhecimento: a ajuda de um especialista sempre poderá encurtar o seu caminho.

Técnicas para aprender, resultados para surpreender! 


Em se tratando da criação de um novo hábito a dobradinha aprendizado/repetição é essencial e infalível.

As soluções para organizar um ambiente não são definidas de forma padrão. O que deu certo para sua amiga, pode não dar certo para você. E por que isso acontece? Porque os espaços são diferentes, os objetos são diferentes e, principalmente, os indivíduos são diferentes. Cada um tem uma necessidade, um ritmo de vida, preferências, etc. 

Se você é mais baixo, como eu, use os espaços mais altos do seu armário para acomodar os objetos que usa menos. Mas se for uma pessoa alta, deixe a caixa de lembranças lá embaixo porque pode ser desconfortável ficar se curvando todos os dias para escolher o pijama ou a roupa que vai usar na academia. 

Se for difícil encontrar o short para cumprir sua rotina de exercícios, a desculpa para deixar o professor esperando na aula de spinning vai ficar por conta da bagunça e, mais uma vez, você verá seu sonho fitness ir para bem longe. Use a organização a seu favor e facilite os processos em sua vida. Ninguém tem tempo a perder com a bagunça. Invista seu tempo no planejamento da organização e tenha mais momentos livres a partir de pequenos bons hábitos que pode começar a inserir em sua rotina. 

4 dicas básicas para ajudar a sua casa a ficar mais organizada


Aqui vão algumas dicas para colocar em prática já:

1. Crie lugar para todas as coisas


Ao chegar em casa não largue as chaves do carro em qualquer lugar, mas defina um local em que sempre guardará essa categoria. Pode ser uma caixa, uma gaveta ou o claviculário que é um quadro ou móvel usado especificamente para este fim, pendurar as chaves. Defina também onde vão ficar bolsas e mochilas para que o seu sofá não vire uma chapelaria e falte assento na hora de ver a novela;

2. Aposte em cestos


Coloque cestos de roupas sujas em locais fáceis para que todas as pessoas da casa saibam usá-los. O melhor lugar é sempre o banheiro pela facilidade. De nada adianta ter um cesto lindo na área da lavanderia se as pessoas têm preguiça de ir até lá e acabam deixando a roupa jogada no chão do quarto;

3. Categorize todos os objetos da sua casa 


Etiquete e guarde as peças irmãs sempre juntas. Dessa forma, biquínis vão ficar com maiôs, cangas e chapéus que você só usa na praia. Justificar pelo pouco uso e guardar o que usa pouco fora da vista e longe de categorias parecidas, vai acabar fazendo com que você se esqueça da peça, o que pode te levar a comprar mais e a gastar dinheiro sem necessidade; 
 
Freepik
 

4. Defina um só lugar para cada categoria 


Nada de guardar remédio no closet, no banheiro e na cozinha. Defina um local e junte tudo ali. Assim você vai gastar menos tempo procurando o que precisa. 
Valorize a organização e acredite que ela também foi feita para você. E prepare-se para resultados surpreendentes!

Adriana Zoni

Arquivo pessoal
 
 
Adriana Zoni é graduada em Relações Públicas, especializada em Gestão da Informação, com passagem pelo Design de Interiores, e Personal Organizer da Bee Organiza (@beeorganiza) desde 2015 em BH e arredores. Casada, mãe de uma criança esperta e um adolescente corajoso, uso a criatividade para entender o mundo, escrever histórias e otimizar espaços. Nascida desorganizada, mas atualmente pronta para ensinar sobre as técnicas que conquistaram meu coração e mudaram a minha vida!
 


Outros Artigos

ver todas
27 de junho de 2022
13 de junho de 2022
30 de maio de 2022
16 de maio de 2022
02 de maio de 2022