Comentários
600
Projeto à distância

Projeto online: apê é reformado à distância para atender aos novos donos

Conheça o apartamento de férias no Rio de Janeiro que foi comprado e reformado à distância; Leia a matéria da colunista Janina Ester;

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 05/07/2022 12:57 / atualizado em 05/07/2022 13:33


A busca pelo imóvel ideal começou à distância, com a ajuda da arquiteta Marina Vilaça do escritório MBV Arquitetura. / Fotos: Juliano Colodeti do MCA Estúdio  - A busca pelo imóvel ideal começou à distância, com a ajuda da arquiteta Marina Vilaça do escritório MBV Arquitetura. / Fotos: Juliano Colodeti do MCA Estúdio
 
Fazer ou não um projeto à distância? Eis a questão... essa história é para quem ainda tem medo de encarar essa empreitada, olha só.
 
Morando do outro lado do mundo, mais precisamente na Nova Zelândia, o casal na faixa dos 60 anos (ele carioca e ela neozelandesa; com filhos de relacionamentos anteriores), queria um apartamento para passar as férias no Rio quando viessem ao Brasil, e para emprestar por temporadas aos amigos e familiares. 
 
A busca pelo imóvel ideal começou à distância, com a ajuda da arquiteta Marina Vilaça do escritório MBV Arquitetura. Opções de imóveis encontradas, Marina elaborou uma ficha de cada uma delas para serem discutidas em reuniões pelo Zoom. Quando o “martelo bateu” no apartamento antigo de 206 m² no Leme, o casal veio ao Brasil apenas para fechar o negócio e escolher os materiais da reforma que seguiria. E assim foi dado o “start”. “Semanalmente, eu mandava os relatórios, com o andamento da obra”, descreve Marina. Foram seis meses até o fechamento do projeto e mais sete meses de obras até finalizar a decoração, que mesclou referências carioca e neozelandesa.
 
Para dialogar em harmonia com o que foi preservado, o branco foi a cor para favorecer a iluminação natural e deixar que outros elementos sejam destaque.  / Fotos: Juliano Colodeti do MCA Estúdio  - Para dialogar em harmonia com o que foi preservado, o branco foi a cor para favorecer a iluminação natural e deixar que outros elementos sejam destaque. / Fotos: Juliano Colodeti do MCA Estúdio
 

Novo Layout

Por ser um imóvel antigo, o layout era muito compartimentado e as circulações confusas, o que tornava o apartamento escuro. Assim, a primeira providência de Marina foi eliminar algumas paredes integrando toda a área social e possibilitando a entrada de luz natural. 
 
Isso fez com que imóvel passasse a aparentar ser muito maior e limitou limitar o uso do ar-condicionado, que é quase obrigatório no Rio. Repare que entre a cozinha e a sala a estratégia foi colocar portas de vidro para dividir os ambientes sem comprometer a luminosidade e mantendo a sensação de um espaço único.
 
Outra mudança estrutural, e que marca bem as diferenças entre imóveis antigos e novos, foi em relação aos banheiros. Na planta original eram três banheiros; dois sociais, um de serviço e nenhum suíte. Como um desses banheiros tinha assombrosos 12 m², a arquiteta transformou-o em três, formando duas suítes e um lavabo. Já o outro banheiro social deu lugar à lavanderia e a antiga área de serviço foi toda demolida para ampliação da cozinha. 
 
Ainda em relação às questões estruturais e de revestimentos, os clientes quiseram manter os detalhes originais do imóvel: sancas elaboradas, pé-direito alto e o taco lindo escondido sob o carpete. Para dialogar em harmonia com o que foi preservado, o branco foi a cor para favorecer a iluminação natural e deixar que outros elementos sejam destaque. 
 
É o caso dos detalhes em preto e cinza, presentes na esquadria das portas de vidro e nas bancadas em Dekton da cozinha, que conferem contemporaneidade ao projeto. Não posso deixar de citar as pitadas de verde nas almofadas e no buffet garimpado em antiquário que partiram do papel de parede na varanda com suas estampas de folhagens. 
 
Inspirado no piso original em mármore da varanda, que foi recuperado e mantido, foi escolhido para a cozinha um porcelanato que faz referência ao Carrara e neste ambiente um conceito inusitado: um estar com direito a sofá e TV. “Apesar do estranhamento inicial, é prático e extremamente agradável passar horas ali, interagindo com quem está cozinhando, sentado nas banquetas e vendo alguma coisa na TV ou comendo no sofá!”, diverte-se a arquiteta. Para finalizar, a mudança do quarto. 
 
Originalmente, o imóvel tinha uma segunda varanda aberta, mas que já contava com fechamento em vidro. Com o novo projeto, o acesso ao quarto principal passou a ser por essa varanda que se transformou em uma sala íntima da suíte master, com um banco curvo e uma mesa, tornando-se o cantinho perfeito para um café da manhã ao sol. 
 
E voltando à questão lá do início dessa matéria, uma boa notícia aos receosos: o projeto online funcionou tão bem, que a arquiteta já desenvolveu para os clientes um outro projeto; desta vez na Nova Zelândia, de uma casa em um vinhedo que está atualmente em obras.
 
 
Para ver mais projetos como este, siga @you.can.find no Instagram e acesse www.youcanfind.com.br
 
Janina Ester  - Janina Ester
 

Janina Ester

A jornalista, apresentadora e locutora Janina Ester é especializada em Arquitetura e Decoração, segmentos que aborda em suas Palestras, redes You Can Find e no Programa de rádio Decor e Arte. Com 20 anos de experiência, + de 70 mil seguidores no Instagram e de 140 mil ouvintes, tornou-se também influencer dos segmentos afins, target A/B, como Moda, Lifestyle e Saúde

Outros Artigos

ver todas
02 de agosto de 2022
19 de julho de 2022
05 de julho de 2022
21 de junho de 2022
07 de junho de 2022