Intervenções

Pontos turísticos da Pampulha serão revitalizados

Visando tornar os centros de cultura e lazer e BH mais atrativos, serão feitas restaurações arquitetônicas em áreas como o Museu de Arte da Pampulha e o Zoológico

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 05/04/2016 08:00 Redação Lugar Certo /Estado de Minas
Mão Dupla.com/Divulgação
Estão previstas para este ano reformas nos centros de cultura e lazer de Belo Horizonte, visando tornar esses locais mais atrativos para a população e seus visitantes. Serão feitas as restaurações arquitetônicas do Museu de Arte da Pampulha (MAP); da Praça das Aves e da Praça dos Mamíferos Nacionais, do Jardim Zoológico da Fundação Zoobotânica; a criação do espaço Bioma Mata Atlântica e do Borboletário (esse último já inaugurado), também no Zoológico; e a reforma do Centro de Referência da Cultura Popular e Tradicional do Parque Lagoa do Nado, todos na Pampulha, um dos cartões-postais da capital.

De acordo com o arquiteto urbanista Marcelo Palhares Santiago, diretor do escritório Horizontes Arquitetura e Urbanismo, que ficará responsável pelas transformações, as intervenções visam beneficiar as condições de lazer e cultura dos cidadãos e promover a beleza da cidade em prol do turismo. “Os projetos de arquitetura realizados pela Horizontes vão recuperar edifícios culturais já existentes, mas que estão degradados ou mal preparados para funcionar como espaço cultural. As obras preveem diversos tipos de melhorias, como reforma de banheiros, ampliações de área de visitação e, principalmente, alterações que permitam a acessibilidade universal, melhorando e permitindo acesso às pessoas com mobilidade reduzida”, explica Marcelo.

O Museu de Arte da Pampulha, por exemplo, foi projetado na década de 1940 por Oscar Niemeyer a pedido de Juscelino Kubitschek para que no espaço funcionasse um cassino. Depois da proibição dos jogos de azar no Brasil, o local foi adaptado para funcionar como museu. Como, em princípio, o prédio não foi desenhado para esse uso, ele apresenta problemas de funcionamento, além da degradação pelo tempo e falta de manutenção. De acordo com o projeto do escritório Horizontes, a obra, que já está em andamento, prevê a criação de um setor educativo, biblioteca, readequação da área administrativa e a valorização dos elementos existentes por meio de iluminação cênica e nova comunicação visual. Serão restauradas as janelas, fachadas e os materiais nobres de revestimento, além de recuperar a volumetria original planejada por Niemeyer. O projeto é tombado pelo Conselho Municipal do Patrimônio Histórico e as intervenções foram aprovadas pelos órgãos de proteção municipais, estaduais e federais.

Tags: pontos turísticos pampulha bh

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
24 de maio de 2018
29 de abril de 2018

No Lugar Certo você encontra o que procura