Melhores condições

Sinduscon-MG lança primeira cooperativa de compras do setor em Minas

Cooperativa de compras estruturada pelo Sinduscon visa ajudar construtoras a reduzirem custos e, consequentemente, preços ao consumidor

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 28/07/2016 10:45 / atualizado em 28/07/2016 10:56 Augusto Pio /Estado de Minas
André de Sousa Lima Campos, presidente do Sinduscon-MG, acredita que o setor terá maior poder de negociação - Gladyston Rodrigues/Divulgação André de Sousa Lima Campos, presidente do Sinduscon-MG, acredita que o setor terá maior poder de negociação
Diante da necessidade das empresas de reduzir custos, o Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais (Sinduscon-MG) está estruturando a primeira cooperativa de compras do setor em Minas Gerais. A iniciativa vai reduzir preços das matérias-primas e possibilitar maior flexibilidade com relação a prazos e logística de entregas. Em outros estados, iniciativas semelhantes já resultaram em economia de até 29% no preço do cimento, abrindo espaço para redução no preço final dos imóveis.

A Cooperativa da Construção Civil do Estado de Minas Gerais (Coopercon-MG) entrará em operação ainda este ano, sendo que há um primeiro grupo já fechado, composto por 30 empresas e outras 50 construtoras interessadas em aderir a um segundo grupo. “O objetivo é comprar mais e pagar menos. A cooperativa vai conseguir melhores condições de negociação das construtoras com fornecedores e prestadores de serviço. Com os custos de construção menores, abre-se a possibilidade de redução no preço final das unidades, beneficiando também os consumidores” explica o presidente do Sinduscon-MG, André de Sousa Lima Campos.

A cooperativa será composta por representantes de empresas associadas ao sindicato e realizará as negociações e a intermediação para a compra coletiva dos insumos, aumentando os ganhos de escala. “Os fornecedores também sairão ganhando, pois terão maior facilidade para programar a produção e sua logística, resultando em uma operação mais eficiente”, ressalta André.

BÁSICOS A proposta da Coopercon-MG é começar a negociar os insumos básicos que têm padronização, como cimento, aço, madeira, vidros, portas, janelas, louças, pisos e componentes elétricos e hidráulicos. A entidade somente fará a negociação global e os preços valerão para todos os associados, mas a compra dos itens deverá ser feita diretamente entre a empresa e o fornecedor.

Empresas de qualquer porte poderão aderir, gerando um grande benefício, principalmente para as pequenas e médias construtoras, que pagarão o mesmo preço das grandes. “A cooperativa é uma coisa nova em Minas, mas está tendo uma receptividade muito boa pelos empresários. Essa é a forma de o setor unir forças para obter maior poder nas negociações e alcançar condições diferenciadas no mercado no que diz respeito a preços e prazos de pagamento e entrega”, ressalta o supervisor de projetos da Coopercon-MG, João Lopes, que tem mais de 20 anos de experiência na área de suprimentos.

As empresas interessadas em aderir ou saber mais sobre a cooperativa podem entrar em contato com João Lopes no Sinduscon-MG, pelo telefone 31-3253-2666 ou pelo e-mail coopercon@sinduscon-mg.org.br.

Tags: construtoras ajudar sinduscon Estado de Minas Lugar Certo preços ao consumidor reduzir custos cooperativas de compras

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
19 de julho de 2018
15 de julho de 2018

No Lugar Certo você encontra o que procura