Móveis de design

Móveis e peças com design invadiram a decoração de ambientes internos

É possível reunir estilo e funcionalidade em um mesmo item sem perder a harmonização

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 04/12/2011 12:21 Júnia Leticia /Estado de Minas
Compor ambientes com influências de estilos e mobiliário de desenho planejado precisa de ajuda profissional para que haja harmonia entre os objetos escolhidos pelos moradores  - Eduardo Almeida/RA Studiio Compor ambientes com influências de estilos e mobiliário de desenho planejado precisa de ajuda profissional para que haja harmonia entre os objetos escolhidos pelos moradores

Quem disse que peças funcionais não podem ter design? Esses dois elementos se juntaram para enriquecer objetos e agregar valor à decoração. O resultado são ambientes práticos e cheios de estilo, que têm agradado especialmente aos moradores de imóveis novos, com dimensões reduzidas. Desenvolvidos em sua maioria por designers, decoradores e arquitetos, eles atraem cada vez mais o interesse dos consumidores. Para entender como isso ocorre, primeiro é preciso conceituar o que são as peças design.

Segundo a arquiteta Marina Dubal, elas são qualquer objeto, móvel ou utensílio que resulte de um estudo. “Temos projetos com foco na funcionalidade, ergonomia, estética ou combinação de vários fatores. Vai depender do que o objeto ou móvel pode nos oferecer, e nisso está o grande desafio do projetista”, explica.

Há desde peças exclusivas, com design assinado – sendo, por isso, mais caras –, até aquelas que são produzidas em maior escala, o que possibilita um produto com menor valor agregado e mais acessível. Mas o fato é que, com a difusão e a valorização dos objetos de design, a arquitetura de interiores ganhou novas possibilidades. “Sob essa perspectiva, a decoração do espaço pode se dar pelos próprios objetos funcionais e não somente pelos adornos e obras de arte”, comenta Marina.

Apesar dessa difusão, a designer de interiores da Florense Móveis, Daniela Faustini, diz que o design na indústria moveleira no Brasil ainda permanece restrito às empresas que lideram o setor. “Por ter escala e serem dotadas de estrutura para manter um quadro de profissionais capacitados, como arquitetos, engenheiros, desenhistas e designers para o desenvolvimento de produtos”, afirma.

Segundo a arquiteta Marina Dubal, peças design são as que resultam de estudo com foco em elementos, como ergonomia e estética, ou a combinação de vários deles - Eduardo Almeida/RA Studiio Segundo a arquiteta Marina Dubal, peças design são as que resultam de estudo com foco em elementos, como ergonomia e estética, ou a combinação de vários deles
Mas também há algumas pequenas e médias empresas que, por ter dificuldade para manter uma estrutura adequada com profissionais especializados, fazem réplicas do que já está no mercado, copiando e adaptando os modelos criados e desenvolvidos pelas empresas líderes.

Para Daniela, a definição de móveis design passa pela transformação da matéria e da natureza em peças que atendam as necessidades do consumidor. “O design é a manifestação estética final que surge de detalhadas pesquisas, análise e pensamento estratégico em busca dos diferenciais que permitem transformar commodities em bens únicos e desejados”, comenta.

Daniela explica que o design está relacionado a produtos, serviços e sistemas idealizados a partir de ferramentas, organizações e lógica que vieram com o processo de industrialização. Dessa forma, é mais abrangente do que a simples produção em série.

Ainda de acordo com ela, design é uma atividade criativa que tem como objetivo estabelecer as qualidades das múltiplas faces de objetos, processos, serviços e seus sistemas. “Portanto, o design é o fator central da humanização inovadora de tecnologias e o fator crucial para o intercâmbio econômico e cultural.”

PERSONALIDADE

Para Daniela, móveis com design são produtos diferenciados, que têm identidade própria e refletem a personalidade, criatividade, cultura e conhecimento dos seus criadores. “São fabricados com altíssima qualidade. São criados para ultrapassar as expectativas e suprir desejos.”

Diretor da Sava Móveis, Rafael Mendes diz que esse tipo de mobiliário tem característica específica, que contempla formas e funções. “O design existe para transformar os materiais em algo que tenha utilidade. Muitas pessoas confundem o design com algo chique, mas não é verdade.”

Tags: ambientes

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
21 de julho de 2019
08 de julho de 2019

No Lugar Certo você encontra o que procura